A arte de dizer NÃO

Nossa Mamãe convidada de hoje é mãe de dois filhos adolescentes!

É professora, escreve lindo textos em seu blog que se chama Papo de Mãe, quem será??

Nossa querida: Toninha Borges

A arte de dizer NÃO

Olá gente, tudo bem com vocês??

Fui convidada pelo Joseph’s blog/ Prosa de Mãe a fazer uma participação especial onde falo da minha experiência em como ser Mãe de Filhos Adolescentes. Confesso a vocês que não é fácil, mas a cada dia que passa aprendo mais com eles e me torno uma Mãe melhor. Quero agradecer a Cris que é a Autora do blog por esse convite. Me deu uma grande oportunidade de compartilhar com vocês um pouco que sei sobre criação de filhos. E sei que a cada dia temos novos desafios a ser enfrentados.

Sou mãe de dois adolescentes,  Fernanda e Malthus.  E como saio muito e gosto de conversar bastante e sou professora de adolescentes. Tenho percebido em várias conversas com outras mães, uma dificuldade imensa que todas têm em dizer NÃO aos seus filhos.

É como se dizendo NÃO, eis a questão, é como se você tivesse privando sua cria de alguma coisa e não é bem por aí…

Eu entendo perfeitamente e por várias vezes me peguei pensando e agindo assim, tipo, eu não quero que meu filho passe pelo que passei, não quero que meu filho sofra das mesmas privações que eu sofri. Só que agindo dessa maneira, educando seu filho sem a palavra NÃO, você, na realidade, estará criando um adulto compulsivo e principalmente um adulto totalmente sem limites, como muitos que encontramos ao longo do dia e como muitos que nos são apresentados nos noticiários.

Nós, como educadores, temos a obrigação de dizer NÃO aos nossos filhos. Se você não tem condições financeiras de comprar o tal tênis da moda, simples: esse não dá pra comprar. Se seu filho com 14, 15 anos pede para sair à noite, simples também: NÃO vai e pronto.

NÃO é um ponto final de todos os seus problemas futuros. Seu filho tem que desde cedo aprender a ouvir um NÃO, obedecer e não achar que isso será o fim do mundo.

Ter uma relação aberta com eles, conversar sobre todos os assuntos sem tabus é também fazê-los entender que somos nós, os pais, que temos a última palavra, assim como foi no nosso tempo de filhos, onde obedecíamos e principalmente, respeitávamos nossos pais. NÃO era NÃO e pronto, sem mais nem meio mais.

O mundo muda, os tempos evoluem, mas os princípios básicos de respeito, esses não devem mudar nunca, filho é filho, não existe ex-filhos independente da idade que tem e se são casados. Respeito acima de tudo é o sucesso de um relacionamento feliz.

Eu não posso nem comparar o meu relacionamento com meus filhos com o relacionamento que tinha na adolescência com meus pais. Hoje eu e eles falamos sobre todos os assuntos, explico tudo sobre sexo, drogas, enfim, é bastante diferente, mas quando digo NÃO é NÃO.

NÃO vai sair, NÃO vai ficar com o computador ligado até tarde durante a semana de aula, NÃO posso comprar a tal coisa e pronto.

O NÃO é uma forma de colocar limites, uma forma de mostrar que eles não podem ter tudo que querem nem de fazer tudo que der na telha. A palavra NÃO também é uma forma de expressar o seu amor por eles.

Quando você vê um adulto jogando uma latinha vazia na rua ou estacionando em uma vaga exclusiva, pode ter certeza que esse sujeito não ouviu da sua mãe os NÃOS que deveria ter ouvido na adolescência e agora julga que uma latinha vazia não vai fazer diferença no lixo das ruas e que na vaga exclusiva ele pode sim estacionar só por um minutinho.

Pense nisso.

Beijo,

6 Comentários

  1. Oi linda Toninha, dizer não é difícil, mas é necessário para o bem estar dos nossos filhos.
    Bjus!!

  2. Olá! Ótimo post! Dizer não realmente é uma arte! rsrsr Mas é necessário e fundamental para a formação do caráter e moral dos nossos filhos! APOIADA! bjs Camila Vaz #recantocomenta

  3. Cris,excelente o texto da Toninha!Ela escreve muito bem e foi bastante util esse artigo.Bjs,

  4. Família linda Toninha!

    Não deve ser fácil essa fase! Eu concordo com voce, nossos filhos precisam aprender a ouvir não desde cedo. Nem tudo é do jeito e na hora que eles querem né?

    Beijo!

  5. Que lida foto, adorei! Eu ando bem interessada e procurando blog’s de mães de filhos mais velhos que minha filha, pra ir vendo o que me aguarda, numa dessas, achei o seu blog. E estou acompanhando. Bjus Toninha, com carinho, Andrea e Lara coisas-da-lara.blogspot.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *