Uma carta para Joseph

Quando vi o tema da Blogagem desse mês, não pude não me recordar que em 2013 aceitei o desafio e escrevi uma cartinha para o meu menino, que na época ainda mamava…

A cartinha começava assim:

Meu querido Joseph, mamãe nem sabe como começar esta carta. Vivo tão intensamente o seu presente que não sei o que dizer para o futuro… Difícil imaginar você um homem, sendo agora tão pequeno para tal. Tão indefeso, tão dependente. Acabou de adormecer no meu colo ainda a mamar. Sono tão doce, suave, tranquilo… ver você assim me transmite paz, conforto e segurança. Clique Carta para meu filho ler no futuro

Lembro dos meus desejos para ele, dos meus medos… preocupações e também das memórias que eu gostaria que ele tivesse. Hoje minha carta não seria diferente… ainda mais vendo como o mundo está ainda mais violento do que no momento daquela carta anterior…

Mas, creio que a diferença que fazemos na vida dos nossos filhos é naquilo que fazemos por eles hoje, agora!

Enquanto escrevo esse post ele está ao meu lado fazendo as tarefas escolares. Estar perto é o melhor investimento que toda mãe dá a seu filho. Ainda que não seja as 24 horas do dia, mas, quando estiver perto, seja a presente, tenha o tempo de qualidade. Nossos filhos são nossos melhores investimentos.

Uma carta para Joseph

Então, meu querido menino… seja simplesmente você! Buscando melhorar a cada dia… se empolgando e se alegrando com as coisas simples da vida. A felicidade jamais estará em algo que compre, que se pague por ela, mas, sim, do modo que se vive, que se enxerga e da maneira que vê o todo. Temos o privilégio de ser família, ainda que seja pequena… não sei se a sua será uma grande família, com muitos filhos, mas, seja como for, seja o melhor que puderes ser.

Não desista de ser o que deseja ser, não se subestime, tão pouco se acomode. Ouse sonhar mais alto… Eu creio que Deus te levará a lugares que eu nunca pude ir…

“Como flechas nas mãos do guerreiro são os filhos nascidos na juventude. Como é feliz o homem cujo a aljava está cheia deles. Salmos 127:4-5a

Você é a flecha na minha aljava… e eu só tenho uma… Então, vá longe… porque eu estou te lançando para as nações!

Na Casa da Vizinha

Participações:

Nossa próxima postagem será dia dia 19 de Agosto – (Sempre na 3ª quarta feira do mês!). O tema será: “As amigas que a maternidade me trouxe”

Como funciona a BC (Blogagem Coletiva)

♥ No terceira quarta de cada mês, faça uma postagem no seu blog sobre o tema proposto, com o mesmo título da BC no seu texto. Lembre de mencionar que faz parte do Projeto: Na Casa Da Vizinha – Blogagem Coletiva uma iniciativa de Cris Philene e Tê Nolasco,
♥ Link nossos blogs ao nome!
♥ Feito isso compartilhe o seu link aqui nos comentários, para que possamos inserir à nossa publicação.
♥ Não deixe de visitar e comentar também em quem está participando

8 Comentários

  1. Olá,

    Gostei muito da sua carta, onde incentiva seu filho a caminhar pelas próprias pernas, a ter coragem…
    Estar presente, não pelo número de horas, mas em qualidade, atenção.
    Estar presente de corpo e alma, essa é uma lição preciosa num mundo onde estamos rodeados de pessoas e que tantas vezes são tão ausentes como se ali não estivessem.

    Um abraço.

  2. Boa tarde de serenidade, querida amiga Cris!
    Meus sentimentos pelo ocorrido no mês passado que ainda não tive oportuinidade de lhe dar. Deus é com você, amiga.
    Bem, na sua carta linda, bem ocmo na foto, com olhares tão felizes e expressivos, vejo a Mão de Deus a lhe guiar como condutora numa maternidade inebriante, cheia de desvelos preciosos.
    Ainda que o mundo dê voltas, saiba que o plantado fica no coração e, no ano que passou, tive um sobressalto e até o fortão chorou achando que ia morrer, foi um Deus nos acuda… (crise de rins… fiquei 25 dias internada)…
    Enfim por que digo isso? O que plantamos pode até não parecer, mas dá fruto e mesmo durões, eles crescem e guardam tudo no fundo da memória afetiva.
    Assim será com seu filhinho, com uma família grande ou pequena, levará tudo de bom que você plantou nele.
    Querida, sejam muito abençoados com seu rebento de ouro.
    A passagem bíblica eu amo e saí do normal pois tive uma f ilha já não tão jovem, mas foi tão esperada pelos irmãos que valeu tudo, embora de parto difícil.
    Amei passar por aqui nessa hora e ver toda elegância amorosa em sua postagem.
    Tenha dias abençoados!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

  3. Oi,Cris! Desde a car6ta quando Joseph era bebezinho quando ainda era amamentado até a de hoje, quando em suas tarefas escolares envolvido, o que vemos é o grande amor e sempre vontade de acertar nessa caminhada. E posso dizer que no caminho do amor, o resultado sempre é e será lindo! ASOREI! beijos, e hoje foi emocionante… Deu pra lavar os olhos,rs beijos, chica

  4. Lindo demais amiga.
    É difícil até escrever, resumir, porque o coração de mãe é cheio de amor, de recomendações, mas que fique o melhor, a integridade e a verdade por onde passar…
    Linda sua primeira carta, um misto de sentimentos, principalmente por ser um bebe… Parece que nosso desejo é escrever um manual de 300 páginas…rs
    Amei essa postagem coletiva.
    Beijinhos
    Ju

  5. Oi amiga, bom dia!!!

    Quantos desejos verdadeiros e amorosos para Joseph! Ele com certeza trilhará um lindo caminho diante de tudo que vocês são pra ele e ensinam.
    Na parte lá de cima, quando você fala do crescimento futuro, me fez lembrar de um episódio. Eu , com Maria praticamente recém nascida, chorei por pensar que ela cresceria…

    Eu ainda estava com os hormonios bem alterados rs , era o pós parto..
    Apesar da dorzinha no peito, devemos deixá-los ir e trilhar o melhor caminho, o da retidão, que através de nossos exemplos e ensinamentos, pudemos contribuir para que trilhassem com amor!

    Lindas palavras amiga… uma doce carta para seu pequeno…
    Essa BC está cheia de emoções, cruz credo rs

    Beijos e obrigada amiga.. até a proxima!

    Tê e Maria ♥

    Ahh o Bolhinhas provavelmente foi invadido por sites maliciosos.. Entrei em contato com a hospedagem mas está dificil … estou triste.. mas.. fazer o que…devo perder arquivos e textos..

  6. Oi Cris!
    A alegria que os olhinhos do Joseph expressam, me encanta!
    Já fui lá ler a tua carta e voltei trazendo algo lindo que você coloca tanto lá como aqui, ou seja, não importa o tempo – viver o presente.

    Esse é um presente em papel de embrulho que podemos mesmo dar aos nossos filhos, estar com eles no aqui e agora, viver intensamente como se fosse o último dia.

    Eu apenas lamento que o mundo no quesito violência não tenha melhorado… Mas criar e amar os filhos, certamente colocará no mundo adultos que não pratiquem a violência.

    A maneira como você fala em entregar o Joseph ao mundo também me tocou profundamente. Uma flecha lançada para as nações. Lindo, lindo!

    Obrigada por organizarem mais um tema tão importante!
    Beijos para vocês, família e também gatinhos!

  7. Bom dia, Cris!

    Palavras sensíveis, verdades divinas e desafios neste mundo. Mas, com fome e sede da justiça de Deus, vencemos a nós mesmos dia a dia. E crescemos num nobre heroísmo.

    Uma carta linda e promissora certamente!

    Beijo!

    Renata e Laura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *