O que fazer quando seu filho chega mordido da escola?

Sim, meu pequeno chegou mordido da escola… pela primeira vez desde que começou na creche. Lá estavam duas marcas no braço do meu pequeno!

Minha reação: Dó!

Eu entendo, que essas coisas acontecem, mas quando é com filho da gente a dor é mais profunda, a razão fica pelo canto e vem à tona o instinto de proteção. Mas, eu sei bem que meu pequeno menino de quieto, nada tem, e também é super implicante… nada se justifica uma mordida, quem dirá duas!

Mas, tento pensar nos dois lados: e se meu menino de tanto ver outros a morder, um dia vir a morder também?

De vez em quando ele vem querendo nos morder, mesmo que de brincadeira, mas paramos e explicamos que não pode, que faz dodói, mas sim tem muitas mães que incentivam o auto-defesa falando pra se for mordido, morda também!

mordida

Imagem daqui

Vamos entender por que as crianças mordem?

Enquanto ainda não sabem falar com desenvoltura, as crianças utilizam outros meios para se expressar e para se comunicar. A mordida é uma delas. “As crianças na idade oral ainda não verbalizam com fluência e a linguagem do corpo acaba sendo mais eficaz”, diz Rosana Ziemniak, coordenadora de Educação Infantil do Colégio Magister, de São Paulo. 

“Nessa fase em que as crianças ainda não têm domínio da fala, as manifestações corporais são usadas para manifestar descontentamento, alegria, descobertas”, diz Marilene Proença , membro da diretoria da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (Abrapee) e professora do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo. 

Rosana Ziemniak acrescenta: “O que a criança deseja ao morder um amiguinho não é agredi-lo, mas sim obter de forma rápida algum objeto ou chamar atenção”. As mordidas, segundo Marilene Proença, são usadas em situações diversas, e a criança vai avaliando quais os efeitos que as mordidas têm: “A criança morde e depois vê o que acontece. Por exemplo, se ao morder ela consegue o que quer, qual é a reação do outro”, comenta Marilene.

Fonte aqui

13 Comentários

  1. Ai que amiga que susto. Eu ainda não passei por isso, mas aqui teve fase de ele querer morder, conversamos e passou,
    Mas como falou tem os dois lados,ficamos triste mais infelizmente acontece. Bjs
    Vivi e Isaac

  2. Tadinho, Cris! É mesmo de cortar o coração! Já tive alunos que mordiam…é fogo! Tem que ficar de ôlho,bem atenta porque essa fase é dificil! Bjs,

  3. amiga quando isso acontecia eu ia saber o que ouve direitinho
    e fala para a professora não deixar acontecer
    amei o post
    linda noite
    bjs

  4. olha amiga ainda não tenho esse problema, mas morro de medo de colocar minha filha na creche e acontecer isso
    Bjus

  5. Ain que peninhaaa amiga .. tem que ter atenção para ver se não vai ficar se repetindo .. a Luma nunca passou por isso .. as professoras sempre diziam: “todos gostam da Luma .. ela nunca foi mordida” .. pode isso?! hehe … bjs

    Roberta Aquino
    Diário de uma Princesa

  6. Ai que situação né? Aqui os meus já voltaram mordidos também…
    O normal são as mordidas para pegar o brinquedo do outro, no meio de uma “briga” por algo, mas na escola da Mari tinha um menininho que mordia todo mundo, sem motivo, era uma judiação. Depois de muitas vezes a escola chamar a mãe pra conversar e tentar ajudar, a mãe tirou o menino da escola. O problema desse menininho era em casa. O pai era agressivo com a mãe, ele aprendia… e reproduzia nos amiguinhos da escola. A escola ofereceu ajuda e os pais não quiseram, preferiram tirar o filho. Triste situação né?
    Mas nessa fase eu falava pra ela: fica esperta, se perceber que ele está vindo pra morder, corre, grita, segura ele. E depois de várias vezes que falei isso, ela começou a aprender a se defender. Sempre falávamos pra nunca machucar ele, nem bater, nem morder de volta, mas que ela tinha que se cuidar. É duro ter que aprender dessa forma, mas aprendeu. E depois disso ele saiu. E eu fiquei com dó daquela criança, que aprendeu errado em casa, e vai ter sempre outras crianças fugindo dele, porque os pais não querem ajuda. Um beijo querida!!

  7. ahh amiga que dó do seu menino, mas é realmente complicado tomar partido, embora cada mãe defenda a sua cria rsrs, aqui o meu adora morder… vire e mexe tenho que chamar a atenção dele, nesse caso os adultos é quem tem que atentar mais para que os pequenos não saiam se mordendo neh??
    Beijão


  8. Meu filho ainda não vai pra escola mas já é bom saber! bjo

  9. Ai ai ai meu Deus.. Eu estou pensando na vida.. Ano que vem quero estudar e vou ser OBRIGADA a deixar meu bebê na creche, e ele só vai ter 1 ano e meio :'( tadinho tô morrendo de medo de acontecer isso com ele, mas não dá pra evitar né..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *