Nossa Maternidade Nada perfeita

Quem nunca se viu vivendo ou dizendo coisas que nunca antes imaginaria que acontecesse com você!! Mais cedo ou mais tarde minha amiga mãe, a gente se vê sim, fazendo/sendo a mãe que nunca imaginaríamos ser!
A gente se pega gritando… (Coisa que dizíamos que não iríamos fazer em nossa maternidade perfeita) e se dá conta que quem somos nós pra julgar a amiga mãe que tem a “necessidade” de gritar e se alterar um tanto a mais que nós. Já me vi nessa situação! E depois do ocorrido pensei justamente naquela mãe que eu não queria ser!!

Alguns momentos de insanidade, de sobrecarga de tarefas nos faz perder o “controle”, porque temos que lidar com um pequeno ser, que nasceu, “bem dizer” pra nos desafiar! Me pego olhando o meu menino e pensando: porque que justamente na teimosia você foi me puxar!! Quem me vê por fora e no dia a dia, não imagina o turbilhão que tem aqui dentro de mim. E o pequeno parece sabe… que desafia e cutuca a onça com a vara curta!

Ah! me diz que não estou sozinha nessa?! Com você também é assim?

Nos vemos repetindo ações que antes criticávamMariaos e dizíamos que não faria o que “todo mundo faz”! E aí, você acorda pra vida, a Vida real!! Que longe está de ter alguma perfeição, aprendemos mais umas das muitas lições da maternidade, pois ela é muito mais intensa do que imaginávamos!!

Antes dizíamos que ‘meu filho” jamais comeria isso ou aquilo, e lá vamos nós mais uma vez lembrar ou melhor relembrar das coisas que dizíamos que nunca faríamos. E insistimos em reforçar que não, conosco não seria do modo que reprovamos, aí… teu filho dá a maior lição da vida!! E mais uma vez nos vemos pagando a língua em nossa Maternidade Nada perfeita!

Me recordo que sempre tinha o olhar de reprovação quando via uma criança fazendo pirraça na rua com os pais, e claro que eu dizia que meu filho não faria isso, até que ele fez!

Bienal 2013 – Fotos do arquivo do blog

Ele se jogo no chão e rodou a livraria inteira de pirraça!! E eu sem entender o motivo, só tive forças e braços, porque me senti um polvo nessa hora e peguei-o do chão e rapidamente saí da livraria agarrada ao pequeno pirracento, que chorava e gritava, a única coisa que eu queria naquele momento era que um buraco se abrisse e nós dois fossemos engolidos! Depois disso, nunca mais julguei. Quando vejo outra mãe nesta situação, minha vontade é só dizer: Amiga estamos juntas!! Força aí que esta fase vai passar!

Claro que… ele se jogou mais uma outras vezes, mas eu fui aprendendo a contornar as situações, a prática é o melhor aprendizado. E nós dois nesse quesito aprendemos juntos, pois as pirraças eram reservadas exclusivamente para a mamãe aqui.

Definitivamente a maternidade é uma caixinha de surpresa e nós vamos descobrindo dia após dia essas surpresas. Vamos descobrimos quem somos e quem podemos nos tornar, caso, não sigamos firmes em nossos propósitos de manter a sanidade em ação. Um tanto de exagero sim… confesso, seria os hormônios em ação? Porque eu creio que na fase pré menstrual a gente nem sempre se controla… E por incrível que parece são nesses momentos de descontrole emocional que “pagamos a língua”.

Mais participações:

Nossa próxima postagem que será na terceira quarta feira de Maio e cairá dia 15, trará o tema: “Desejos de uma mãe ao seus filhos”.

Abordagem:

  • Quais desejos a seu filho você tem guardado em seu coração?
  • Quais sonhos rondam suas noites que te fazem pensar no seu amanhã?
  • Qual futuro você imagina pra eles quando fecha seus olhos em uma meditação constante?
  • O que cabe em sua alma que te deixa feliz e tranquila quando pensa em seu presente, em seu futuro?
  • Saúde, paz, boas amizades, uma vida feliz, de mente, corpo e alma em equilíbrio uma atividade que te traga satisfação?

Divida com a gente! Tenho certeza que são os melhores e mais ternos desejos!

Como funciona a BC (Blogagem Coletiva)

♥ No terceiro domingo de cada mês, faça uma postagem no seu blog sobre o tema proposto, lembre de mencionar que faz parte do Projeto: Na Casa Da Vizinha – Blogagem Coletiva uma iniciativa de Cris Philene e Tê Nolasco,

♥ Link nossos blogs ao nome!

♥ Feito isso compartilhe o seu link aqui nos comentários, para que possamos inserir à nossa publicação.

♥ Não deixe de visitar e comentar também em quem está participando. A interação é parte importante na Blogagem Coletiva! Conheçam a história de outras mamães. Todas tem muito a acrescentar!

5 Comentários

  1. Cris,

    Soube que hoje é um dia muito importante por causa do seu aniversário. Por isso, voltei para dar os parabéns, deixar um verso que gosto muito e celebrar o Autor da vida!!!

    “O Senhor te abençoe e te guarde; O Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti e te conceda graça; O Senhor volte para ti o seu rosto e te dê paz”. (Números 6:24-26)

    Felicidades!

    Beijo!!

    Renata e Laura

    Obs: vi que saiu um comentário a mais quando eu estava tentando. Por favor, apaga para mim. É que pelo celular consegui comentar, enfim. Mas, pelo notebook, não deu certo.

    Obrigada, Cris!!!

    1. Author

      Oh querida obrigada!! Gratidão por esse dia e por receber tanto carinho!! Bjs, Cris

  2. Bom dia, Cris!

    Todos os dias somos agraciadas com oportunidades que nos preparam para as fases da vida. Uma nos ajuda para a outra.

    E assim, com amor e entusiasmo, seguimos em frente.

    Beijo e obrigada pelo privilégio de participar deste projeto!

    Renata e Laura

  3. Bom diaaaa amiga querida! Primeiramente e mais uma vez, FELIZ ANIVERSÁRIO! Curta seu dia com bastante alegria, pq ele é todo seu!

    É amiga, quem nunca né, como se diz por aí! Os erros, acertos, rondam a maternidade todo o tempo.
    E a gente aprende sim, e muito. Com as birras, com os Nãos que temos que falar, com as inspirações (não comparações) com outras maternidades , com nosso próprio filho! E assim vamos levando.

    Cada dia, cada ano que passa e eles crescem, uma nova fase chega, mais desafiadora ainda e mais aprendizado vem. E mais uma vez também notamos que não há e nunca haverá perfeição na maternidade.

    Porque podemos ser equilibradas, calmas, a melhor mãe do mundo, que no final das contas somos dois seres diferentes. Mãe e Filho, com suas peculiaridades, desejos, vontades, diferenças mesmo.

    É conduzir sempre tudo com muito amor, tentando equilibrar o que conseguirmos e tudo que nos é apresentado, mas nunca querendo sermos perfeitas, pq não existe perfeição em viver, apenas VIDA!

    Beijos amiga e força nessa maternidade desafiadora mas muito feliz!!!

    Tê e Maria (Em especial nosso abraço de um Feliz Aniversario) ♥♥♥


Deixe uma resposta