Maternagem um eterno autoconhecimento

Olá meninos e meninas… hoje trago para vocês uma querida convidada que conheci a partir do Cantinho das Mamães Blogueiras…

Querem dicas?

É mãe de menino! Tem uma maneira muito particular de escrever, parece que estamos assim frente a frente.

Tem um nome diferente e formou-se como Doula – ah! agora ficou fácil demais:

Claro que é a Ivna Pinna do blog O dono do meu mundo Azul

Maternagem um eterno autoconhecimento

Que mãe não gosta de prosear, não é mesmo? Mãe é um bichinho cheio de dúvidas, (e certezas) medos (e muita coragem) e vontade de acertar sempre nas escolhas (e nem sempre acerta).

Acho que eu fui mudando muito ao longo desses quatro anos de maternagem. Passei por várias fases: aquela de acreditar cegamente nas mães mais experientes, aquela de achar que só eu sabia de tudo – e nem o pai sabia fazer nada!- passei pela fase de comparar meu filho a outras crianças, passei pela fase das culpas e da negação das mesmas.

Todas elas foram importantes pra mãe que me tornei hoje. Mesmo ao olhar pra trás e ver que em determinados momentos, eu poderia ter agido diferente!

Hoje me sinto bem menos insegura. Comecei a acreditar no meu potencial como mãe, como educadora, como facilitadora de uma vida que parece ser minha, mas que não é.

Hoje me vejo mais paciente. Comecei a enxergar que cada ação minha, vinha com uma reação dele e vice-versa. E prever quais serão as ações e reações dele, facilita muito a nossa vida. Nem sempre é tudo previsível, mas com leveza e jeitinho as coisas podem se arranjar.

A maternagem é um eterno autoconhecimento. E muitas das transformações que aconteceram, foram no meio dessas prosas pela blogosfera a fora. Pontos de vista diferentes, atitudes diferentes, visões de vida diferentes, contribuíram pro meu crescimento como mãe. E acredito que sem essa interação, provavelmente não aconteceria.

Um grande exemplo disso foi aprender enxergar meu filho como criança em todos os momentos. Parece fácil, mas quantas vezes não esperei um comportamento de adulto nele? Seja uma birra na hora do banho, seja em um momento de cansaço e sono. E muitas vezes essas coisas acontecem na hora que você também está cansada, e ai, como cobrar paciência de um menino de quatro anos – ou menos!?!

Saber que outras mães passam por isso, saber como elas lidaram com seus medos, suas dúvidas é muito importante! Mesmo que seja só pra te dá à segurança de continuar trilhando o caminho certo.

Tenho plena consciência de que mudarei de opinião e atitude muitas vezes, porque novos caminhos se abrem todas as manhãs. As crianças crescem, as dificuldades e demandas mudam e você vai aprendendo na prática a encarar as novas situações.

Essa é a delícia da maternidade, saber que cada dia é uma nova descoberta, que cada dia é uma nova emoção explodindo no coração!

DSCF3937 - Cópia (1)

Cris, muito obrigada por seu convite. É um prazer prosear com você e com tod@s que passam por aqui!

Ivna Pinna

O dono do meu mundo Azul

14 Comentários

  1. Amei Ivna!

    A maternagem é autoconheciemnto mesmo, rs. A gente aprende tanto, muda tanta coisa…são tantas fases e nós vamos nos transformando em cada uma delas.

    Beijo!

  2. Não conhecia o blog a Ivna, mais já gostei do papo descontraído e certeiro de mãe.
    Lindo texto

    Beijos

  3. Concordo viu, ainda tenho muitas fases para passar e sei que todas são importantes para nosso auto conhecimento, toda mãe busca estar segura de si mesma, mas é um caminho longo e nem sempre fácil, pelo contrário, é muito difícil, mas faz parte de ser mãe, a gente sempre está aprendendo!!!

  4. Super texto… Amei conhecer uma pessoa tão especial como a Ivna… Como disse a maternidade é um aprendizado diário… Sempre descobrimos uma coisa nova a cada dia. Bjs
    Vivi e ISaac

  5. verdade… verdade… verdade!!!
    Maternar eu um eterno aprendizado, um ciclo que nunca se fecha!!!
    O Que hoje funciona, amanha não diz mais nada e assim vamos construindo as novas gerações!!!
    Bjnhos

  6. aaah, a Iv é demaaaais…
    e é muito, muito vdd o post..
    a gente aprende a se virar….a ter nosso jeitinho próprio de cuidar dos nossos lindos!
    e o Enry é lindooo de maravilhoso e com uma cara de bonzinhoooo….
    bjs no coração…
    perolasdealanis.blogspot.com

  7. Oi Cris! Na primeira dica eu já sabia que era a minha comadre! Jeitinho especial e humor sofisticado é com ela mesmo! Adoro!

    Comadre! Ainda bem que a blogosfera existe e você também! Por isso aprendemos tanto, inclusive, a gostar e admirar cada dia mais as mães e a maternagem. Você e o meu afilhado são lindos! Eu também aprendo a cada dia a levar a vida com mais leveza. E paciência é o que eu mais aprendo com a maternagem.

    Adorei prosear com vocês!

    Beijos!

  8. Eu amei o convite! Um super privilégio está aqui hoje!!!
    Obrigada, mais uma vez Cris!

    Cheiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *