Mamãe tá de olho no consumismo

Olá Mamães!! Hoje vou postar sobre o consumismo, isto mesmo. A convite das queridas Nadia do blog Mamãe Nádia a Sós e da Genis do Reciclando com a Mamãe

Esta é a segunda edição da blogagem coletiva “Mamãe tá de olho”, esta blogagem é uma iniciativa dos blogs Para BeatrizReciclando com a Mamãe e Mamãe Nádia a Sós, saiba mais aqui.

Mamãe tá de olho no consumismo

Elas deixaram algumas perguntinhas no blog para termos como base, vejam:

O que é consumismo para você? O que você consome em sua casa? O que seus filhos mais consomem? O que você acha que vale a pena comprar pros seus filhos, e o que você acha que é desnecessário? O que você pensa a respeito da publicidade infantil? Você acha que a indústria do consumo manipula nossas crianças?

Bom, para não ficar só respondendo vamos a um pequeno texto com as minhas respostas…

Sou consumista sim! Adoraria dizer que não sou, mas o consumismo me acompanha desde cedo, tivemos uma vida difícil, as coisas eram super apertadas, também uma casa com 6 pessoas, eita! Mas quando comecei a ganhar meu próprio dinheiro… ah eu queria gastar! Comprar tudo que sempre quis, sempre sonhei… uma pessoa solteira em que gastar?! roupas, sapatos, bolsas, maquiagem, perfumes… Adoro!! E quando vinha liquidações aí me acabava.

Hoje como mãe, me controlo mais… gasto com coisas necessárias, porque o orçamento fica apertado, pagamos prestação de casa, carro, fora as contas de consumo e o dia a dia de uma criança e como gasta!

Hoje percebo meu erro lá atrás, em não ter economizado, ter juntado um dinheirinho… mas fazer o que com este pensamento de hoje, naquela época o pensamento era outro: Viver o presente. Taí nosso erro, vivemos demais o presente sem se preocupar com o que vem pela frente…

Quando fiz enxoval do meu filho procurei comprar o de melhor. Mas, hoje percebo que muitas coisas faria diferente… na ânsia de comprar, de não parar para pensar adquirimos coisas que muitas vezes nem faremos uso. Comprei muitos brinquedos, roupas que Joseph nem usou… nem brincou. Hoje penso se eram pra ele ou pra me satisfazer.

Achamos que faremos o melhor para os nossos filhos se lhe dermos tudo o que não tivemos… mas não é verdade. Eles ainda nem sabem o que querem…

Joseph tem um quarto cheio de brinquedos, mas às vezes está brincando com meus potes plásticos, pregadores de roupas, garrafa pet e seus brinquedos no quarto decorando.

Acho que a indústria do consumo nos manipula sim, um exemplo que tive nesses dias foi a páscoa… corremos pra comprar um ovinho para ele, porque como não compraríamos um ovo de chocolate para o nosso próprio filho? (olha o pensamento!!??) pois bem, compramos… e na manhã de páscoa com as pegadas do coelho e o prêmio (ovo) no final, Joseph simplesmente parou nas pegadas… sentou, passou a mão, admirou e ficou ali – ãh como assim?!

Uma coisa é certa: Gastar sempre será preciso seja com coisas necessárias ou desnecessárias, então sempre temos motivo. O que precisamos fazer é não ceder aos nossos impulsos.

Meu filho de 1 aninho e 10 meses me ensina a cada dia que não precisamos gastar pra ser feliz, não precisamos ceder aos apelos publicitários e adquirir tudo o que impõe… a vida é feita de coisas simples…

Fica aqui meu alerta, ou melhor nosso Alerta!

Participe também!

Blogagem coletiva “Mamãe tá de olho”

Reciclando com a Mamãe, Mamãe Nádia a Sós e Para Beatriz

6 Comentários

  1. Amei o texto, bem sincero e reflexivo. Muito bom ver que não sou a única mãe a passar por esses dilemas. Foi ótimo ver sua opinião.
    Obrigada pela participação na blogagem coletiva! Fiquei muito feliz ao ver seu post participando.
    Já vá se programando pra participar da próxima edição, dia 12 de maio, com o tema “TELEVISÃO, COMPUTADOR e VIDEO GAME”. Vou contar com a sua participação, tenho certeza que você tem uma ótima opinião sobre esse assunto também. Vamos continuar trocando idéias, buscando o melhor para a educação dos nossos filhos!
    Beijos!

    http://www.asosmamaenadia.com

  2. Que bom saber um pouco mais sobre vc, e que bom os filhos ensinam a gente né!
    Adorei seu texto!
    Bjos

  3. Adorei a postagem. O caminho é esse educar para serem o menos consumista possível. Tudo que é de mais dar problema.
    Aguardo sua visita no Papo de Mãe.
    Bju
    Toninha

  4. O importante é isso: analisar e tomar decisões de mudança, se for o caso. E parece que fizeste isso, não é? O bom que os filhos nos ajudar a buscar um equilíbrio! Abs., também participei, aqui

  5. Pois é Cris, se tenho uma coisa que penso é que quando tiver o segundo filho, tem um monte de coisas que não irei comprar, rs.

    Beijo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.