Mãe solo

Hoje está conosco uma Pãe! Mãe solo

Uma amiga com uma história lindíssima que hoje veio prosear conosco, puxe a cadeira e mergulhe nesta prosa.

Com vocês Regiane Makiyama do blog Vinícius Mamãe que disse

Olá queridas leitoras, Fiquei muito feliz com o convite da queridíssima Cris para vir aqui contar um pouquinho de nós para vocês.

Sou Regiane Makiyama, Mãe do Vini de 2 anos e 1 mês.
Sou autora do blog materno Vinícius Mamãe que disse.
Sou Mãe solo mas muito muito muito feliz e realizada em ser Mãe de um menino tão amado e lindo como o Vini.
Sim, sou uma Mãe muito coruja e preciso exercer isto em dobro pois Vini sofre com a ausência do Pai.
Quero contar como é esta experiência nada fácil de ser uma Mãe solteira.
Bom, tudo começou quando eu namorava por 2 anos e terminei.
Vim morar na cidade que meus Pais moram e só depois descobri a gestação.
Não quis contar para ele (o Pai) a princípio pois a mágoa era muito grande, mas por conselhos da minha família decidi ligar e contar.
Ele não quis acreditar muito, afinal já havia se passado 6 meses desde então.
Pediu para fazer um DNA e eu afirmei que poderia fazer assim que ele nascesse.
Vinícius se adiantou e nasceu de 8 meses, a única pessoa que segurou minha mão e ficou o tempo todo comigo foi minha irmã, dinda do Vini agora.
Fiquei 9 horas sentindo dores e enfim ele nasceu de um parto normal ás 21:00, me lembro como se fosse hoje.
Ele chorava  e eu disse: Não chora meu filho, a Mamãe está aqui.
Na hora ele acalmou, é um sentimento inexplicável, ali nasceu uma Mãe e também um novo ser humano, muito melhor do que era antes, agradeço a Deus por ter me concedido a benção de ser Mamãe.
O Pai dele não quis fazer o DNA, disse que não era mais necessário, apesar de eu insistir muito para que fizesse.
Em todo este tempo tivemos muitos dias ruins, dias doentes, dia de dentes, dias de febre, e em todos momentos eramos somente eu e ele.
Meu filho. Meu tudo. Meu ser amor.
O Pai mora em outra cidade e é muito ausente, quase não vem visitar, digo isto pois é no máximo 3x ao ano.
Tive que entrar com pedido de pensão de alimentos na defensoria pública da minha cidade pois ele não pagava a pensão.
E isto voltou a acontecer agora, decidi então acionar a justiça e pedi a execução da ação.
Se eu tenho a consciência tranquila por ter feito isto?
– Sim, tenho.
Pois acho que em primeiro lugar deves honrar com seu compromisso, com sua obrigação.
E uma criança não vai deixar de comer, de beber, de vestir e de tomar leite porquê você atrasou a pensão, ou porquê você não tem dinheiro.
Isso é inadmissível.
Pulando estes fatos, quero dizer para as Mamães solos que não é um bicho de sete cabeças criar um filho sozinha não.
No começo eu ficava com muitas dúvidas e medos.
O fato do Pai ser ausente me machucava muito pois eu ficava pensando no sofrimento que o Vini viria a ter se sentisse certo tipo de rejeição.
De uns tempos pra cá passei a ver a situação sobre um outro ângulo, pensei comigo: – Quem está perdendo com esta situação toda? Quem vai sofrer no futuro se a rejeição partir do Vinícius? Reposta: O Pai.
Ele é que está perdendo em não querer conviver com o filho, em não conquistar o seu Amor.
E depois quando o Vini passar a entender as coisas acredito que fará suas próprias escolhas, e minha função será apoiá-lo, ficar ao seu lado.
Não ficar protegendo de não sofrer, de não enxergar quem é o Pai de verdade.
A partir deste dia fiquei bem comigo mesma.
As vezes fico pensativa, o Vinícius gosta muito do Pai, quando ele vem visitá-lo é uma alegria só e parece que o Pai sempre esteve ali, ele o reconhece e fica muito contente com a presença.
Está certo que tem algumas coisas que não posso suprir, por exemplo jogar bola como um homem, carregar nas costas, fazer xixi pra ele ver como faz, assistir futebol juntos, ir pescar, mas faço o possível dentro das minhas limitações.
E busco ser um Pãe pro Vini.
Pai + Mãe: Pãe!
Desvantagens de ser Mãe Solteira:
–  Você ficar doente e não ter ninguém pra cuidar do filho.
– Seu filho ficar doente e você passar a noite em claro e ter que trabalhar no dia seguinte.
– Não poder ficar em casa com ele sem trabalhar quando ele ainda é só um bebê, você precisa pagar as contas.
– Cozinhar enquanto seu filho chora porquê quer colo.
– Só poder tomar banho/comer quando ele vai dormir.
– Ver outras famílias passeando de mão dada e você se sentir um peixinho fora d’água.
– Ver ele se apegando a qualquer figura masculina pois sente a falta de ter um Pai, mesmo que isso seja inconsciente.
– Ver ele querer chamar o tio/padrinho/Vô de Papai porquê escuta as outras crianças falarem.
Vantagens de ser Mãe Solteira:
– Dormir de conchinha agarradinho com seu filho em uma cama super espaçosa de casal.
– Ter sua atenção todinha pra ele e ele pra você.
– Ter muitos beijos quando acorda.
– Ter o sorriso e a confiança dele só pra você.
– Não precisar dividir a atenção com ninguém.
– Fazer programas juntos.
– Ter um companheiro para o resto da vida.
– Não ter sogra.
– Não ter marido pra cuidar.
– Ter tudo isto em dobro, pois você é Pãe.
Se você é Mãe solteira em primeiro lugar não se culpe por não poder dar a família linda e feliz que seu filho merece, os propósitos de Deus são outros pra sua vida.
É lindo ter uma família completa? É.
É lindo ter um Pai pro seu filho, presente e carinhoso? É.
É bom ter o apoio de um marido? É.
Mas se as coisas aconteceram assim é porque deveria ser desta forma, sem mudar uma vírgula.
Se ame, ame seu filho e o resto Deus proverá.
“Não se cobra de uma mãe que ela seja pai. O pai tem o lugar dele, nem que seja uma cadeira vazia”
1080183_526796184036192_374214079_n

 

Assinatura_zps673974ea

Regiane Makiyama

16 Comentários

  1. Olá Regiane,
    Realmente ser pai e mãe na vida dos filhos não é nada fácil e só que sofre isso na pele sabe o que estou falando. Tb sou pai e mãe dos meus e hj com a graça de Deus vejo que o pior já passou. Eles são adolescentes e a cada dia curto mais e mais o crescimento de cada um. Sou mãe de uma casal e muitos me perguntam se arrependi de alguma coisa ou faria tudo de novo.. Minha resposta é o seguinte só me arrependo das coisas que deixei de fazer. Parabéns Regiane, lutas virão sempre e todas serão superadas como uma guerreira como vc.
    Grande bju
    Toninha

  2. Que linda sua história, me emocionei… você é uma guerreira, o Vini com certeza vai ter muito orgulho da mãe que tem!
    Parabéns, você realmente é uma super mãe, ou melhor, Pãe!!!
    Beijosss!

  3. Minha mãe foi Pãe pra mim e minha irmã….. agradeço…. tudo a ela. Pode ter certeza que será assim quando o Vini entender….. Mãe você é tudo pra mim! Bjus e parabéns! Coisas da Lara

  4. Esse texto é maravilhoso, realmente não deve ser fácil, mas você está se superando, Parabéns pelo o amor e dedicação ao seu pequeno. beijos

  5. Nossa que lindo e emocionante. Arrepiei. Muito verdadeiro e completo seu depoimento, seus pensamentos Regiane. E tudo nessa vida tem vantagens e desvantagens. Como você disse, é bom ter um pai, um marido, é. Mas quantos pais e maridos vemos incompletos, ausentes, ou violentos e não cumprem em nada sua verdadeira função de pai e esposo?

    Como você tb disse, se tudo aconteceu assim, talvez devesse ter sido mesmo dessa forma e se foi, é cuidar com responsabilidade e MUITO amor do pequeno que precisa viver..
    E tenho certeza que isso vc faz muito bem.

    Parabéns pelo depoimento. Lindo e sincero.. Que Deus os abençoe querida..

    (No final uma frase triste, mas linda)

  6. amiga esta mais que certa…ser mãe solteira acho que não seje um bixo de 7 cabeças, deve ser ate melhor pq tem uns marido aff
    adorei muito sua historia…
    que deus fique com voces sempre
    bjos

  7. Amiga Regiane eu amei, você sem dúvida é especial, não conhecia sua história. O Vini tem sorte de ter uma mãe tão batalhadora.

    beijos

  8. Que linda história, que coragem, que prova de amor e de fé! Parabéns por sua história, sua força e seu amor! Deus está vendo seus esforços e com certeza retribuirá em muita saúde e alegria para você e seu lindo Vini!
    Que Ele continue te abençoando, derramando muitas graças sobre a vida de vocês dois e que ele toque o coração desse papai ausente. Mas você tem razão: quem está perdendo é ele, o pai.
    um grande beijo
    http://www.aprendendoasermaehoje.com

  9. É luta mesmo Regiane
    Lindo e triste sua história, mas vamos para frente
    Amei saber um pouco de você
    Mas você pode dar todo carinho a ele , isso é o que importa
    Continue assim sempre alegre e amavel com seu filho
    Bjkas e boa semana
    http://segredosdaluma.blogspot.com.br/

  10. Nossa estou aqui em lagrimas em ler a sua história… Vc é uma guerreira, uma super mãe, pode ter certeza que o Vini sabe e entenderá que sempre fez e fará tudo por ele. Que vc continue sendo esta mãe maravilhosa, atenciosa e especial. Me emocionei em ler que vc mesmo com tantas dificuldades não deixa em nenhum momento transparecer, e claro terá a gratidão do Vini eternamente…
    Parabéns por escrever sobre a sua vida, e tenho certeza que irá ajudar a muitos com sua garra e determinação.
    Adorei 🙂 Bjs
    Vivi e isaac

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *