Liberdade e autonomia aos filhos!

Confesso que nunca achei fácil tratar da autonomia infantil… a fala até pode ser fácil, mas, na prática acho mais complicado.

Eu sempre acreditei que cada criança tem seu tempo. Aqui via muito o quanto Joseph era desprendido e independente em algumas coisas, mas, em outras… não tinha o menor interesse.

Mas, eu acredito que nosso incentivo é extremamente necessário para automia dos nossos filhos.

Lendo sobre esse tema, percebemos o quanto é benéfico a autonomia. A criança constrói o conhecimento por meio do contato com o ambiente. Ela aprende manuseando. Vai descobrindo novos sabores e aromas, conhecendo cores e texturas diversas. Quando é permitido experimentar, a criança estabelece um vínculo positivo com a aprendizagem porque não terá medo de perguntar, de duvidar, de buscar soluções para problemas. O vínculo positivo está diretamente ligado à construção da autonomia, já que a criança é capaz de estabelecer estratégias próprias para dar respostas a situações novas, utilizando as ferramentas que já possui. A cada conquista, incorpora os conhecimentos adquiridos ao seu repertório para então vencer novos desafios. 

Aqui eu percebia que meu menino tinha dois extremos:

  • O que era do interesse dele ele fazia, aprendia e dominava.
  • O que não era do interesse… simplesmente não ligava e custava a dominar.

Então, eu incentivava conforme o interesse dele e sempre um pouco mais no que ele tinha dificuldade em realizar.

Aqui no blog já falei algumas vezes sobre a autonomia e o nosso desapego como mães… conforme eles crescem vamos percebendo como essa independência de nós avança.

Vou até repetir algumas falas que achei super pertinente com o tema:

Mas, Mãe, Desapega!

Desapega do controle, da presença… Desapega e deixa ir. Sabendo que logo volta! Desapega e diz pra si mesma que é apenas o começo do deixar ir… Leia: O desapegar na Maternidade.

E assim tem sido, desde os 7 anos em que ele deu seu primeiro vôo… Viajando sozinho com os Dindinhos, e como me deu orgulho de ver meu menino ganhando sua independência e vencendo barreiras.

E de lá pra cá cada dia mais independente!

Na casa da vizinha

A interação é parte importante na Blogagem Coletiva! Conheçam também a história de outras mamães. Todas  tem muito a acrescentar!

♥ Chica – Chica Escreve por Aí 

♥ Ana Paula – Manhã de Jasmim 

♥ Renata Diniz – Diário de Alegria 

♥ Tê Nolasco – Bolhinhas de Sabão para Maria

♥ Ju Pelizzari – Mãe sem fronteiras

Nossa próxima abordagem ser dia 20 de maio com o tema: A simplicidade do perdão na maternidade!

Abordagem:

  • Errar faz parte da maternidade! Não há mal em se desculpar
  • É honesto mostrar ao filho que você também erra
  • A importância de perdoar e pedir perdão
  • A importância de conversar sobre o pedido de desculpas
  • Perdoar e seguir em frente
  • Perdoar e pedir perdão é criar cumplicidade
  • Permita a graça de perdoar seu filho , Permita a graça pedir perdão
  • Perdoar e pedir perdão: Exemplo para toda a vida!

Como funciona a BC (Blogagem Coletiva)

♥ No terceira quarta de cada mês, faça uma postagem no seu blog sobre o tema proposto, com o mesmo título da BC no seu texto. Lembre de mencionar que faz parte do Projeto: Na Casa Da Vizinha – Blogagem Coletiva uma iniciativa de Cris Philene e Tê Nolasco,
♥ Link nossos blogs ao nome!
♥ Feito isso compartilhe o seu link aqui nos comentários, para que possamos inserir à nossa publicação.
♥ Não deixe de visitar e comentar também em quem está participando

7 Comentários

  1. Bom dia de paz, querida amiga Cris!
    Estou iniciando na BC e vim ler seu post.
    Como diz com sabedoria, falar de autonomia e fácil, mas o medo pode nos embaraçar muito, nos inibir para que eles se sintam livres, autônomos do próprio viver.
    Sabe, meu testemunho e que meu menino mais velho, aos dois aninhos, fez seu primeiro passeio escolar no maternal. Não foi nada fácil para mim, creia. Mas ele voltou são e salvo.
    Aos poucos eles mesmo se libertam querendo a gente ou não…
    Muito bonita a foto do seu filho lavando morangos.
    Tenha um dia abençoado!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

  2. Bom fim de noite Cris. Este desapegar é mesmo complicado por sermos apegados e como você bem disse, é preciso analisar cada passo, cada desenvolvimento e assim calar num cantinho e pousar os olhos na autonomia. Que cada dia possa estar atenta neste desenvolvimento que cria uma autonomia adquirida.
    Muito bom um depoimento incentivador do desapego.
    Muito bem Cris.
    Beijos para vocês e cuidem bem aí.
    Um bom fim de semana no lar.

  3. Verdade amiga, um assunto bem amplo e nada fácil, para não dizer complexo, porém, como você bem disse, cada um tem seu tempo, e eu também penso assim…
    Quantos jovens não saem para estudar fora, e viram grandes pessoas, que melhoram de alguma forma, ainda mais o mundo…
    Nosso papel é observar e analisar, alinhar nossa intuição com Deus para conduzir no melhor caminho…
    E como vc bem disse, vamos preparando os filhos e nos momentos oportunos eles vão conhecendo o mundo…
    Amei o post, as fotos.
    Beijinhos
    Ju

  4. Oi Cris!
    Eu acredito que esse orgulho, essa alegria que sentimos ao ver nossos filhos conquistando essa autonomia, essa liberdade, é isso que nos ajuda a superar os medos, inseguranças nossas.

    Esse olhar atento, que percebe em quais áreas, em quais momentos fará bem uma intervenção, um incentivo a mais, é tão necessário e infelizmente poucas são as crianças que podem contar com essa atenção.

    Tão gostoso ver o Joseph pequenino na foto e agora já maior, voando feliz!

    Sempre aprendo muito com toda essa troca que acontece na blogagem.
    Fiquem bem! Beijos!

  5. Oi Amiga, você falou muito bem! O que é do interesse eles amadurecem e aprendem como um relâmpago, já o que não é tem preguiça, desinteressam no crescimento. Aqui ainda é assim.. Tem que ficar cutucando para as coisas necessarias e que não é interesse dela rs

    Vejo que é tudo igual mesmo, alías, acho que isso é próprio do ser humano. Até mesmo nós temos uma certa trava para coisas que não interessamos. Talvez venha da infância que precisa ser trabalhada muito nesse campo.

    Adorei amiga.. Tema muito legal e importante.
    Mais uma linda BC. A do mês que vem promete! 🙂

    Obrigada

    Beijos, Tê e Maria ♥

  6. É bem assim…Pouco a pouco, primeiro querendo apenas fazer o de interesse…Depois o que os outros sugerem…Assim vão voando e desapegando… è fogo, mas necessário! beijos, tudo de bom,chica

  7. Bom dia, Cris!

    É assim aos poucos, amadurecemos nós e eles.

    Neste momento, por exemplo, de estudos remotos é mais uma oportunidade para “voar” um pouco mais na autonomia assistida.

    Beijo!!

    Renata e Laura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *