Faz mal a criança assistir TV e DVD?

Confesso a vocês que deixo o meu filho (Joseph 1 ano e 5 meses) assistir dvd’s infantis enquanto realizo as tarefas do lar ou quando estou fazendo algum trabalho no computador, mas deixo ele solto na sala assim pode dançar, correr, subir e descer nas almofadas e sofá. Ele adora dançar no ritmo da música, corre para e pra cá e parece feliz com o que está assistindo. E eu mesmo entretida com os afazeres, a todo momento de silêncio dele corro para ver o que está acontecendo. Em alguns momentos coloco ele na cadeirinha (de alimentação) em frente a tv enquanto tomo banho e me arrumo, mas na maioria das vezes dançamos juntos e cantamos as suas músicas.

De um tempo pra cá passei a observar algumas coisinhas… Conforme ele vai crescendo e apesar de falar poucas palavrinhas ele já expressa o que quer, trazendo o DVD pra mim, chegando perto da TV e é uma festa quando satisfaço essa vontade, mas comecei a perceber que ele sempre vinha com os dvd’s e algumas vezes os brinquedos deixados de lado.

Resolvi fazer umas pesquisas na net e achei uma reportagem que dizia: crianças abaixo de 2 anos não deveria assistir TV. Vocês imaginam o quanto foi o meu espanto, na hora pensei em inúmeras coisas que poderia estar prejudicando o meu filho, apesar de não deixá-lo assistindo a tv e sim aos dvd’s infantis que em sua maioria são educativos. Mas a matéria abrange ambos e acrescenta que as crianças menores de 2 anos poderiam ter dificuldades no aprendizado.

“De acordo com os médicos da Academia Americana de Pediatria (AAP em inglês), o uso de DVDs e vídeos infantis para distrair as crianças pode interferir na capacidade da criança falar, atrasando todo o processo”.

Eu choquei!

Resolvi então fazer outras buscas porque achei muito radicalismo tal afirmação, pois existem muitas mídias educativas e algum benefício deveria trazer aos pequenos. Até li uma reportagem dizendo que os vídeos seriam aliados na educação com depoimentos de crianças que estavam aprendendo o alfabeto em português e inglês e ainda melhoria na coordenação motora porque eles acabam imitando o que é proposto nos vídeos.

Isto trouxe um certo alívio.

Pesquisando sobre os dvd’s educativos, lembrei da série Bebê Mais que foi feita especialmente para os primeiros 3 anos de vida.

Filosofia da Série Bebê Mais:

“Acreditamos que todo bebê tem potencial e curiosidade inesgotáveis. Através da divertida exposição das crianças à música, linguagem, arte e poesia, acreditamos que seja possível estimular a mente infantil”.

Missão da Série Bebê Mais:

“Produzir vídeos, livros e CDs que ajudem a desenvolver os bebês nos campos intelectual, físico e emocional durante os primeiros 3 anos de vida. E que isto seja mais um ponto de partida para um relacionamento amoroso entre pais, adultos, educadores e as crianças”.

Partindo daí podemos definir os dvd’s e a TV assim:

“Pense na TV ou no DVD como se fossem açúcar: você até deixa seu filhinho consumi-lo, mas com moderação”.

Dentre tantos artigos que li achei o mais sensato e sem radicalismo o do Babycenter, porque não estou defendendo assistir TV, mas o equilíbrio, porque às vezes achando que estamos acertando colocando nossos filhos em frente a TV e dvd’s podemos estar comprometendo o seu desenvolvimento a partir do momento que expomos demais a estes recursos.

Depois de lido todas estas pesquisas, parei, refleti, chamei meu esposo para um conversa e decidimos não mais deixar nosso filho assistir mais que um DVD que em média dura 30 minutos, mas que ambos precisávamos dedicar mais tempo a brincar e ler, não que não fizéssemos, pelo contrário, fazemos sim, mas tinha momentos que brincávamos ao som das musiquinhas, deixando de interagir integralmente com ele.

Aprendida a lição vamos por em prática:

– Precisamos analisar o que oferecemos ao nossos filhos;

– Ter controle sobre o tempo dos vídeos;

– Assistir junto (a série Bebê Mais incentiva os pais participarem).

Fontes:
BabyCenter

Bebê Mais
Nada Frágil
Portal a crítica

4 Comentários

  1. Acredito que uma criançapossa aprender assistindo tv,mas tudo que é exagero faz mal,principalmente no lado social. Aqui deixo o Lucas assistir dvds educativos e ele adora.
    beijos

  2. Tudo o que é demais não é bom…. que dirá tv. Por isso, aqui dosamos o tempo. E, sempre vamos lá fora brincar…. deixando a tv pros dias de chuva. BeijoBeijo. Andrea e Lara. coisas-da-lara.blogspot.com.br

  3. Querida, tudo em exagero faz mal…
    Meu filho vai fazer 5 anos, sempre assistiu tv, DVDs, vídeos no YouTube, desenhos… joga jogos no pc, iPad, Xbox desde os 2 anos, mas tb curte montar quebra-cabeças, curte brincar com seus bloquinhos de montar, vai na escola desde os seus 3 aninhos e sim, é um menino extremamente observador e inteligente!
    Não acredito que a tecnologia atrapalhe o aprendizado de bebês, claro que deixar o filho na frente de tv o dia todo não irá fazer bem, digo isso pq na creche que ele ficou, eles passavam o vídeo da galinha pintadinha o dia todo e isso deixava as crianças estressadas!
    Hj meu filho é ligado a filmes, curte Piratas do Caribe, Indiana Jones e Star Wars, tudo pra ele foram fases e não me arrependo de ter deixado ele conhecer tudo que pôde até hj!
    Lembre-se, nem sempre o que ouvimos ou lemos é o certo, toda história tem o seu lado certo do ponto de vista de quem a conta!
    Decida o que o seu coração mandar, eu decidi por estimular meu filho dessa maneira e sei que não errei.
    Bojos,
    Jake

  4. Adorei esse seu texto, e comecei a questionar o tempo que a Bella ficava em frente à TV…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.