Exercitando o Não… e Dizendo Sim pra mim!

Eu sempre recebi muitos “nãos” e eles começam cedo não é? Tiramos pelos nossos filhos, como dizemos não para eles…  Estou me lembrando agora do meu sobrinho que tem 2 aninhos e diz não pra tudo! Claro que achamos uma gracinha, pois vem seguido de um bico lindo!

Mas, quando crescemos… paramos dizer não. Ficamos sem graça? Paramos pra pensar na reação que o não daria… e acabamos por falar mais sim pra tudo! E engolimos todos os nãos da vida…

Participei de uma palestra da querida Carla Moura que nos disse que precisamos dizer não! E se não dizemos, faz mal pra gente.  Ficamos acumulando os muitos nãos querendo ser agradável e vamos acumulando junto com eles as insatisfações, e acumulando coisas e peso, isso mesmo, podemos engordar não dizendo não.

Mas como é difícil dizer não para outras pessoas. Muito mais fácil, evitar o desagrado e engolir em seco nossas opiniões e vontades.

Eu sou aquela que apazigua. Não entro em discussões, evito conflitos. Sempre compreendo, sou a diz aos outros não tem problema! Mesmo, tendo feito, tendo chateado e tendo ferido, mas para não desagradar engulo o não e apresento um leve sorriso.

Mas tudo na vida muda, as situações nos fazem mudar. E mudar é crescer. Precisamos estar em transformação. E o não precisa fazer parte do meu vocabulário.

Liguei o botão do Não!

Limpando a vida… Exercitando o Não… e Dizendo Sim pra mim!

Dizendo que sim, estou chateada. Não, não vou compreender. Não, por agora… preciso de um tempo.

Sabe porque?

Por que eu recebo o não de muitos. Não gosto, mas não questiono. Mas sim, eu recebo. Mesmo só tendo dito sim.

Recentemente, senti na pele o descaso e os nãos dos outros. E mexeu tanto comigo, que precisei sair da minha zona de conforto do sim e exercitar o Não.

O sim agora, vai ser meu.

10 Comentários

  1. Oi Cris, super concordo com seu post.
    Tenho vivido muito isso, e as vezes até me pergunto se é justo, se tenho merecido isso…
    Mas Deus é grande, e confio nele, e assim vamos seguindo, e percebendo quem realmente deve estar ano nosso lado, ou não…
    Seu post foi um alerta para mim também, tenho dito muito sim, para não ofender ou magoar… Não que eu vá ou queira magoar ninguém, mas vou analisar melhor tudo que chegar a mim.
    Mil beijos,
    Ju

  2. É sim Cris precisamos exercitar mais o “não”em nosso vocabulário,
    seja para nossos filhos, marido, amigos, se não ´o que queremos
    temos que dizer não, mas é como você disse
    aprendemos com a vida e é ai
    que a lição começa
    linda tarde bjs

  3. Pq temos essa dificuldade né? Descomplicaríamos algumas coisas com o NÃO.
    Precisando exercitar isso.

  4. Cris.. somos provas disso todos os dias.. sempre fui muito “bobinha”, muito dada… continuo ainda muito dada, mas não tão bobinha mais.. Já disse muitos sins para agradar ou por vergonha.. hoje digo mais nãos..
    Se posso dizer sim sem me prejudicar mesmo que não queira tal coisa, ainda digo, mas se vou me desagradar para agradar os outros, aí é outra história..

    E pensa? Pq temos que nos desagradar, sofrer, ficarmos constrangidas pra deixarmos o outro bem? Não faz sentido aí quem não fica somos nós…

    Lembra daquela música do Kid Abelha? “Dizer não é dizer sim, fazer o que é bom pra mim, não é só dar um palpite, é mostrar o meu limite… Nâo é preciso ficar inseguro, não é preciso concordar com tudo”

    Acho que é bem por aí…

    Dizer sim quando preciso, mas dizer não também quando queremos no fundo do peito..

    desabafar é baum né rs Beijos grandões!!!

    1. Author

      Oh amiga… Me entendeu em gênero, número e grau!!!
      Às vezes ficamos mais preocupadas em agradar aos outros e acabamos por deixar nós mesmas de lado… Dizer não para os outros no momento certo, trás paz pra nós. Trás leveza.
      Obrigada por suas palavras, bjsss

  5. Pois é amiga! Como é difícil falar o Não… parece que o tempo passa e cada vez fica mais difícil.
    Tento trabalhar isso em mim, confesso!
    Mas a vida tá aí para nos ensinar, e episódios como esse servem para sabermos nosso limites e impor nossas opiniões… de forma doce e delicada, mas sempre respeitando nosso ponto de vista.
    Lindo texto.
    Beijos,
    Camila
    http://www.baudemenino.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *