Eu vou andar no seu passo Mãe!

Eu vou andar no seu passo, Mãe, para poder te acompanhar… sei bem, apesar de não me recordar, que você diminuiu seu passo quando eu comecei a andar… na verdade, esse passo diminuiu quando se descobriu grávida… afinal, carregar no ventre uma nova vida, não é questão de um peso, mais de cuidados que a nova fase requer.

E você foi prudente e diminuiu seu ritmo para me gerar. Mudou sua vida por mim… claro, por meus irmãos também! Por cada um de nós aumentou o passo quando preciso e diminuiu quando necessário…

Tudo isso para nos acompanhar!

As pernas eram curtinhas… o andar ainda pendendo… sem equilíbrio, mas, você nos deixava caminhar cada qual no seu tempo…

E depois que o andar tomou mais firmeza, um passou a correr, outro a andar depressa… outro a engatinhar e ainda tinha que o estava por vir.

E mesmo assim lá estava você adequando mais uma vez o seu passo, ou melhor corrida! Ao nosso.

Hoje seu caminhar é mais devagar que o meu… eu consigo ir mais depressa, eu dou mais voltas no campo de caminhada… meu passo é ligeiro… mas, o seu é devagar…

Agora quem mudou o ritmo foi você e eu… não posso te deixar ir sozinha…

Eu vou andar no seu passo Mãe!

E quando você cansar… pode ficar tranquila descansando que eu, ou melhor nós, iremos te amparar nesse descanso.

Agora quem dita o tempo de caminhada é você. E assim, como um dia decidiu diminuir o passo para me acompanhar, agora sou eu quem faz essa diminuição e vou ao seu lado.

No seu tempo…

Ao seu passo.

Mas, vamos juntas!

Hoje e sempre!

Um feliz dia das Mães!

 

Texto especial para minha mãe Joselice, mãe de 4 filhos, avó de 2 netos, guerreira, lutadora e batalhadora. Está na melhor idade!

1 thought on “Eu vou andar no seu passo Mãe!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*