A emocionante descoberta da 1° gravidez por Juliana Pelizzari

A emocionante descoberta da 1° gravidez por Juliana Pelizzari

A emocionante descoberta da 1° gravidez

Comigo foi assim, emocionante.

Não sei dizer, se foi porque eu não esperava tal dádiva, tal alegria e felicidade em minha vida, que tudo foi como um sonho, um conto de fadas…

Cada mulher reage de um jeito, tem uma percepção diferente de outras mulheres, mas a minha descoberta da gravidez foi assim, certeira, emocionante e maravilhosa.

Sabe quando você sente, tem a certeza? Então, comigo foi assim.

Ser mãe é algo inexplicável. Um dia sonhei, desejei, mais não imaginei que seria tão bom assim.

Sou inteiramente grata à Deus por essa dádiva, pois quantas mulheres desejam ser mãe, mais não conseguem… Ser mãe é uma felicidade sem fim, seja mãe biológica ou do coração…

Apesar de eu ser mãe de primeira viagem, foi como um conto de fadas…

Um dia fui tomada pela felicidade, eu senti uma alegria fora do comum, que veio de dentro para fora, então tive a certeza que estava grávida.

Era uma alegria incontrolável e tão grande, que uma noite ao se deitar, parece que vi uma Estrela descendo do céu e quando estava chegando perto de mim, ela era pequena, brilhante e estava vindo em movimentos circulares e entrou na minha barriga. (risos)

Foi como um sopro divido, que tinha vindo lá do céu, e deu vida ao meu filho…

Eu e meu esposo Daniel, tínhamos planos de engravidar depois de uns 2 ou 3 anos, após o casamento, mas esse presente divino veio após 1 ano de casados.

Eu casei em setembro de 2008 e engravidei depois de 1 ano e pouquinho de casados.

Foi uma surpresa boa, maravilhosa. Eu percebi que a minha menstruação não vinha, mas não liguei, achei que poderia ser um atraso.

Meu marido já percebeu e ficou na expectativa, sempre perguntando… (risos).

Decidi fazer um exame de sangue. Fiz em uma quinta-feira e poderia pegar o resultado na sexta-feira à tarde, mas eu peguei somente no sábado de manhã.

Lembro bem desse dia, estava calma, tranquila, pois já sabia e sentia que o resultado era positivo.

Olhei na internet e o resultado foi positivo.

Ficamos felizes e comemoramos como se tivesse ganhado na loteria.

Outra coisa que eu tive certeza, era que seria um menino.

Acho que quando estamos mais tranquilas, sem expectativas para engravidar, ela acontece naturalmente. Quando desejamos muito, a ansiedade atrapalha um pouco.

Tínhamos planos de pagar as contas que ainda ficam do casamento, juntar um dinheiro e fazer uma viagem para a Disney, e outras coisas mais, porém esses e alguns outros planos foram adiados, porém com muita alegria, porque uma nova vida estava chegando para encher nossos corações de alegria.

Nosso filho é nossa maior alegria de viver.

Tudo que pensamos e planejamos, é sempre pensando no bem-estar do nosso filho e da família. Antes éramos 1, depois que conheci meu marido somos 2 e com a chegada do nosso filho somos em 3.

Tivemos muitas dificuldades, mas com nosso filho parece que a vida dá um novo sentido, um novo rumo, diferente daquele de quando éramos jovens ou recém-casados.

O nascimento do meu filho foi mais um momento marcante, tanto quanto a descoberta da gravidez, porque eu estava calma, tranquila, serena…

Deu tudo certo, o parto foi de cesárea e correu tudo bem.

O momento mais esperado por mim, era ouvir o choro do meu filho, após o nascimento… E ele chorou bastante, e naquele momento vem um alívio, quando a gente ouve o chorinho do nosso bebê. (risos)

E o mais interessante e belo momento da minha vida, foi quando colocaram o meu filho Vitor encostado no meu rosto, e ele parou de chorar na mesma hora. Acho que não tem fato mais raro e impressionante, como esse momento, do filho reconhecer a mãe e parar de chorar na mesma hora. Que lindo, que belo, é sem palavras para descrever essa emoção.

E depois de descrever tudo isso, acho que não tenho dúvida em dizer que sou a pessoa mais feliz do mundo. Penso e quero ter mais 1 ou 2 filhos, porque a vida com filhos é tão boa, tão gratificante e feliz.

Apesar dessa felicidade, não posso ser omissa em dizer que ser mãe não é fácil…

No dia a dia não é fácil de jeito nenhum, pois somos responsáveis em dar amor, educação, lazer, conforto, presença constante e muito mais, para um ser que está começando a vida, e tem muitos caminhos ainda pela frente.

A criança, do nascimento até a vida adulta passa por uma longa jornada, por muitas fases difíceis, diferentes, aprendizagem constante, que precisam passar, porque faz parte do crescimento e desenvolvimento delas…

E nós como pais e adultos, precisamos estar cientes disso, e aprender com muita paciência a amor, a lidar com as variadas situações do dia a dia da criança, sempre procurando o bem-estar dela, e sabendo que essa criança também está ai para aprender.

Amo ser mãe, foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida, depois de conhecer meu esposo, casar… Ser mãe é a melhor parte de mim, não me arrependo em nenhum momento, mesmo tendo deixado algumas metas e objetivos para o futuro, enfim, nada se compara a presença maravilhoso de um filho na casa.

Amo tanto essa vida, que escolhi cuidar do meu filho em tempo integral, ser dona de casa, mesmo que para isso fosse necessário deixar em segundo plano a carreira, formação, conquistas pessoais e profissionais, etc.

Tudo que é feito com amor, entrega, dedicação, vale a pena.

Vitor a mamãe e o papai te Amam Muito, e tudo que eu faço por você ou para você, é porque a mamãe te ama muito. Você veio para completar as nossas vidas. Obrigada por existir. Beijos. Mamãe.

 Juliana Pelizzari

Mãe sem Fronteiras

Fan page: https://www.facebook.com/MaeSemFronteirass

15 Comentários

  1. Adorei ver a Ju aqui e conhecer sua linda história com a maternidade.
    Deus abençoe esta família linda.
    Bjus.

  2. Nossa que lindooo post .. amei saber mais sobre vc Juliana … e o Vitor que lindoo .. uma benção em suas vidas .. parabéns!!

    Roberta Aquino
    Diário de uma Princesa

  3. que bacana Juliana saber um pouco mais sobre sua vida materna, parabéns por seu relato
    não esqueço nenhum dos momentos das minhas filhas quando as vi pela primeira vez

    *´¨)*Linda Noite!
    ¸.•*¸.• ?´¨).• ?¨) Beijokas da Nanda
    (¸.•´*(¸.•´*(.¸. •*
    Mamãe de Duas

  4. Que linda história.
    Aqui eu senti que estava grávida também o teste foi só para confirmar.

    beijos

  5. é sempre emocionante a descoberta da gravidez, mesmo que no primeiro momento seja um susto como no meu caso… seu relato é lindo, que Deus abençoe e conserve feliz sua familia, bjs

  6. Ai que lindo seu post, meu pequeno foi planejado,quando descobrimos aqui em casa foi uma festa, a minha segunda eu não esperava,ficamos em choque porque não estavamos com condições financeiras muito boa mas seguramos firme e hoje é a nossa bonequinha….como vc deixei minha carreira aeronáutica para cuidar deles e não me arrependo,precisam da gente demais e os anos deles pequenos que passam nunca mais voltarão,então resolvi também curti-los até os 5,6 anos..
    Lindo seu pequeno,felicidades mil.
    bjs

  7. Que lindo relato. Eu também tinha certeza que estava grávida e era um menino.
    Depois de ser mãe nos tornamos mais felizes e amadas, ser mãe é uma dadiva de Deus.
    Bjs
    Vivi e Isaac

  8. Oi Cris, adorei participar do seu BC, fiquei mega feliz com o convite, com seu carinho com a gente sempre…
    Beijão
    Ju.

  9. Mãe é tudo de bom, não dá para explicar… só viver e sentir.

    Bjos

  10. Own, que bom conhecer a sua história com o Vitinho desde o inicio, amei.
    Se sabe que sou sua fã né Ju minha amiga blogueira e poetisa.
    Muita saúde e mais bençãos pra vcs em forma de bbs também por que não né?
    Bjs

  11. Ser mãe é muito bom e é uma felicidade muito grande quando você vê aquele positivo.
    Estou pensando nos próximos já rsrsrs
    Beijocas, Thaís.
    Aprendendo a Ser uma Mãe.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*