Ele tem 2 anos pouco fala, e agora?

Sou mamãe do Joseph, um lindo menino de 2 aninhos… mas meu pequeno pouco fala, e agora o que fazer?

A pediatra fala que é porque somos super protetores… mas como?? Pois ele não fica direto comigo, voltei a trabalhar quando ele tinha 4 meses. Ela também fala que provavelmente damos tudo a ele, e por consequência ele não precisa pedir… tenho que ficar esperando ele pedir água o dia inteiro? E comer? E se ele não pedir?

Bom, a indicação foi colocá-lo na escolinha assim que completasse os 2 aninhos e cá estamos fazendo adaptação (preparando post pra contar como foi)

Mas andei pesquisando por aí e podemos incentivá-los e estimulá-los, mas também temos que respeitar o tempo deles.

Joseph fala poucas coisas, mas quando está assistindo dvd canta frases da música, eu fico passada!

Então, não é nenhum problema de audição, nem neurológico, porque senão eu não conseguiria, mas é simplesmente porque ele ainda não tem a necessidade e/ou não quer falar, a pediatra dele conversou bastante conosco.

O que nos resta fazer?

– Deixar a culpa de lado

– Contar histórias, ler livros com eles

– Fazer uma pastinha com fotos, gravuras, recortes e estimulamos ele a repetição, peguei essa ideia da Jamilly do blog Mãe para sempre

– Mudarmos nossas ações com eles… se ele apontar para um objeto, não devemos atender, precisamos incentivá-los a pedir, a dizer o que deseja.

– Quando eles chorarem nos chamando, precisamos perguntar o que desejam, você quer a mamãe, o papai…?

E o mais importante de tudo: Não fazer comparações! 

Cada criança se desenvolve a seu tempo, uns andam primeiro, outros falam…

Dúvidas e incertezas quanto ao desenvolvimento dos filhotes, recorra sempre ao Pediatra.

Espero poder contar aqui que meu filhote é um tagarela!

Hoje ele me chamou Cris (é mole!) é mamãe Joseph!! Mas fiquei ultra mega feliz é a primeira vez que pronuncia meu nome e falou certinho!!  A Mamãe ficou super orgulhosa!

bjss,

11 Comentários



  1. Aiii Cris eu ainda não posso te dar nenhuma dica mas vou ficar de olho nas suas pra usar por aqui, na vdd o pequeno aki ta se saindo um ótimo papagaio repetindo palavras pequenas rsrs mas vou anotar todas as dicas q vc deu… bjss e boa sorte

  2. Meu sobrinho tb começou tarde a falar.
    Hj por estar na creche, está mais falante apesar de falar errado.
    Tem que ser gênio pra entender o que quer.
    Bju

  3. Tudo tem seu tempo, né Cris? Apesar da ansiedade de nós mães…. Já já ele dispara a falar e você vai se acalmar mais….. Cada criança é única e diferente. As pessoas visitam nosso blog e falam do filho delas, acho que nem devem ler o que estamos escrevendo….. se a gente escreve é porque queremos uma idéia, uma dica, um comentário…. Bjus Coisas da Lara

  4. Tudo no seu tempo cris
    Vá fazendo assim como descreveu
    Deixando ele falar as palavras, já é um incentivo
    Logo, logo ele vai estar tagarela
    Bjus

  5. Olá! Não se culpe mesmo e não aceite comparações! Ele é saudável e cada criança tem seu tempo e hora… Relaxe que daqui a pouco ele vai estar tagarelando por aí. Aqui em casa foi assim dpois que minha filha entrou na escolinha com 1 ano e 6 meses. Hoje fala tanto que me enlouquece!hahahaha bjs Camila Vaz

  6. Oi!!! Que saudades de passar no seu blog! Fiquei mais de duas semanas ausente do mundo bloguístico, pois estava me adaptando ao meu novo emprego, mas agora quero retomar minha vida de blogueira! Hoje tirei uma horinha pra visitar os blogs amigos e matar a saudade do seu blog.
    Nos veremos em breve, não vou sumir de novo…
    Ah, e tem post novo lá no meu blog!
    Beijos!

    http://www.asosmamaenadia.com

  7. Amiga, como você mesmo mencionou o desenvolvimento é diferenciado para cada criança. Minha filha por exemplo, quando completou 1 ano, já andava e falava muito bem. Mas percebo que o irmão ainda vai demorar um pouquinho. O melhor mesmo é incentiva-lo do jeito que já esta fazendo e tudo vai se acertar.
    Bjs!!

  8. Amiga vc sabe que passei por isso, e hj posso te dizer que esse negocio de super proteçao e verdade, fazemos isso muitas vezes ate sem nos perceber. Depois que aceitei os fatos e passei a me controlar ele passou a falar, mas isso e um processo em conjunto, todos da familia precisam entender que perg6ntar, interogar e bem melhor do que simplesmente da o que ele quer. E dificil sim, seja pelo corre corre, seja as vezes por impaciencia, mas 8s questionamentos sao necessarios. Bj

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*