Descompartilhamento da cama

Chegado o momento do filho ir para o seu próprio quarto

Sinceramente nem sei se esta palavra existe, mas desde a segunda-feira passada estamos nesse processo aqui em casa.

Já contei o porque da escolha e decisão de compartilhar a cama, se quiser conferir acesse aqui. Mas a algum tempo a cama está estreita demais e papai e mamãe acordam quebrados e moídos… o bebê de 7 meses hoje tem 3 anos e é grande e muito espaçoso.

Além disso,percebemos que o nosso bebê agora é um rapazinho, cercado por seus heróis e precisa ter seu próprio espaço, ou melhor voltar ao seu espaço. Foi então, que aproveitando o dia das crianças e a novidade nas lojas que a Dinda achou… eis que Joseph ganha seu primeiro lençol para cama de solteiro, e ainda, do seu herói favorito o Homem de Ferro!

descompartilhamento de cama-cama-compartilhada-1

Aproveitamos todo o ensejo e euforia e partimos para o descompartilhamento. Claro que haveria choros e a volta #mamãezumbi #fato mais eu estava confiante na decisão e apostando que o meu pequeno estaria pronto.

O que percebo hoje passado uma semana que o mais importante de tudo foi EU estar pronta! Sim, eu a mãe! Porque dificuldades era certeza de ter… choros certos também, mas a convicção e apoio para que o Joseph enfrentasse era eu quem tinha que estar munida e para poder passar para ele.

Foram dias de muito colo, carinho… conversas, apoio… Não fiz nada extremo!Minha preocupação era ser bom pra ele essa separação, tudo com muita calma, sem pressa, podendo levar o tempo que fosse.

Relato de como foi nossa primeira semana

No primeiro dia papai levantou duas vezes e mamãe levantou três… por fim estávamos exaustos… e vencidos pelo cansaço terminamos a madrugada todos juntos.

Segundo dia, novamente a mesma luta…deitei com ele, contei histórias (ele se agitou… passamos mais de 5 histórias e ele nada!) estava quase dormindo antes dele…

descompartilhamento de cama-cama-compartilhada-4

Terceiro dia, ele não passou da porta do quarto, chorava horrores, dizendo não, me agarrando pelo pescoço, mãe mole do jeito que sou… fui vencida pela súplica. Mas, de madrugada Joseph despencou da cama. Fez um galo na testa, machucou o nariz e cortou a boca, fiquei arrasada! Passamos a madrugada, no sofá da sala observando e cuidando… mas, me senti culpada, pois se de repente ele estivesse no próprio quarto, ele não teria caído… teria apenas chorado e eu tinha ido ao encontro, mas como estava na nossa cama, talvez confuso pela mudança, sono agitado, rolou e nem vimos quando ele caiu.

Enfim… na quarta noite fui eu com ele para quarto, na expectativa de recomeçar e preocupada com tudo (cair…) novamente ele levanta da cama, e vai a nossa procura e lá vamos nós acordar/levantar umas 5 vezes até que depois das 3 da manhã ele exausto, eu idem apagamos (cada qual na sua cama) até a manhã seguinte. Primeira noite completa na cama dele, uma vitória!

Na quinta noite… ele simplesmente foi pro quarto, colocou seu dvd (Hi five, paixão do momento) e deitou sozinho na cama dele, eu passei!! Fui lá sentei, chamei ele pra escovar os dentes, colocar o pijama e ele numa boa foi, voltou e se deitou sozinho de novo, entendi o recado e me retirei. Uma mistura de sentimentos dentro de mim… será que seria isso, assim, fácil. Não tão otimista postei uma foto com os dizeres de que ainda não seria assim tão fácil… tinha consciência dos choros da madrugada e o deita/levanta, mas desta vez ele se levantou duas vezes, procurando a gente, chorou, eu fui ao encontro e depois foi até a manhã seguinte. Sete da manhã ele foi pra nossa cama e ainda cochilou até às 8h.

descompartilhamento de cama-cama-compartilhada-2

Vitória! Ah faltava pouco…

Sexta noite convidei ele pra ir para o quarto e manter o ritual da noite anterior, ele prontamente seguiu e desta vez só se levantou uma vez na madrugada e amanheceu novamente indo para nossa cama.

Sétima noite, mantendo o ritual, para que ele crie essa rotina, lá foi meu rapazinho para o seu quarto, dormindo sozinho! Ainda acordou uma vez de madrugada, mas logo volta a dormir até a manhã seguinte.

E assim, prosseguiremos… creio que este choro às 3 da manhã, logo passará…  mas conseguimos fazer a transição sem traumas, sem desespero, mas no tempo certo dele e meu.

Passo a passo para o Descompartilhamento da cama:

  • Mãe, esteja pronta! Seu filho precisará do seu apoio, carinho, amor e também a firmeza para vencer mais esse obstáculo.
  • Perceba o tempo do seu filho. As crianças dão seus sinais pra tudo, seja para o desfralde, para o desmame, quando não estão bem… enfim, perceba sinais que seu filho precisa desta independência e propicie esse momento.
  • Compre novos lençóis de cama, se puder, redecorar todo o quarto convidando o pequeno a participar das novas escolhas. Aqui por enquanto mudei a disposição dos móveis e a roupa de cama, mas planejamos pro fim do ano mudar a cor e decoração do quarto.
  • Crie um ritual. Se tem por hábito a leitura antes de dormir, ótimo! Caso não tenha… coloque algum vídeo ou desenho, filme, enfim.
  • Tenha calma e não desista. Aqui estamos a uma semana e já colhendo frutos, mas pode ser mais demorado por aí, o importante é não voltar atrás e persistir.

descompartilhamento de cama-cama-compartilhada-3

Lençol do Thor

Enfim, espero que minha experiência seja de ajuda a quem precisar e de incentivo. E vocês como enfrentaram essa separação? Alguma dica para incluirmos?

Deixe seu comentário.

25 thoughts on “Descompartilhamento da cama”

  1. Ufaa! que luta hein?! kkkkk
    Mais é assim mesmo, vão crescendo ate não caber mais, e temos que colocar eles na cama, mais no fim deu tudo certo, temos esse cansaço todo pra chegar no objetivo e no fim ele mesmo foi sozinho, sem reclamar, pode ficar orgulhosa mamãe….rs
    Aqui não tivemos muitas dificuldades em colocar ele na cama, mais aqui é o mesmo quarto talvez isso ajudou um pouco,sozinho já não sei…rs
    Bjinhos

    mamaenathan.blogspot.com

  2. No começo é tudo difícil mesmo, mas com calma e paciência, tudo se acerta, e logo ele estará dormindo em sua cama.
    Se vc está decidida, vai com calma, que está indo bem… E culpa a gente sente mesmo, não tem jeito… Mas vc está no caminho certo.
    Bjs
    Ju
    Mãe Sem Fronteiras.

  3. Nunca compartilhei a cama. Desde que nasceu meu filho dorme no quarto dele, só que eu coloco ele pra dormir no meu, rs e depois levo pra cama dele. bjo

  4. Aqui em casa com a minha mais velha também foi aos 3 anos e nos deu uma canseira rs rs rs Já com a minha mais nova foi mais fácil. Isso porque quando ela fez 6 meses tiramos o berço do nosso quarto e colocamos no quarto delas. Quando ela fez 1 ano tiramos o berço e a colocamos para dormir em sua própria cama. Às vezes ela acorda de madrugada e vai pra minha cama, e quando isso acontece ficamos colocando-a de volta na cama dela. Se estivermos muito cansado, eu ou o meu marido é que vamos dormir na cama dela mesmo rs rs Hoje ela está com 3 anos.
    Beijinhos e Sucesso!
    http://dulcineiadesa.blogspot.com

  5. Eu li toda a tua história e deve ser dolorido, principalmente para a mãe.
    Eu não passei por essa fase nessa idade, porque como era mãe solteira as filhas dormiam comigo.
    E já eram pré adolescentes quando foram para o quarto delas.
    E mesmo assim eu senti muito, foi muito doloroso!
    Boa sorte para vocês que tudo dê muito certo!
    Bjinhos.
    prosaamiga.blogspot.com.br

  6. Amiga aqui com os mais velhos tudo aconteceu de forma natural. Mais com o Guilherme paguei a língua rsrs. Tentei por diversas vezes deixar ele no berço até que um dia ele num impulso com o corpo caiu do berço. Agora tiramos a grade e encostei o berço na cama. Ele fica no berço um pouco e rola para a cama rsrs. Ele não dorme com as crianças porque no quarto deles não tem espaço para o berço. Mais estamos em construção e haverá o quarto dos meninos e das meninas. Aí sim verei como irá acontecer a transição não só de cama, mais também de quarto.
    Ah! Linda a roupa de cama do Joseph, quero 3 pros filhotes
    Bjs

  7. Cris, eu ainda não fiz a mudança do meu quarto para o dele, ele dorme na cama ao lado da minha, mas tenho conversado com ele sobre a mudança que irá ocorrer entre o final do ano e começo do ano que vem (se tudo der certo), falei para ele que irei deitar com ele no quarto até ele pegar no sono, e que se ele acordar na madrugada pode me chamar que vou lá no quarto, as vezes ele diz empolgado que quer ir, outras ele chora só de pensar …

    Parabéns Joseph pela conquista .. com certeza logo os choros da madrugada iram passar

    Bjs Mi Gobbato
    http://espacodasmamaes.blogspot.com.br/

  8. O meu até o semestre passado dormia comigo. Como sou pai solteiro, era cômodo, a cama era grande, não atrapalhava, e é gostoso aninhar a cria com a gente. Mas agora estou tentando fazer ele dormir no quarto dele e estou apanhando de mais, de saudade, dele vir dormir comigo, dele ir pro quarto do tio sem eu perceber… É uma luta mesmo hahahahahahha

    Boa sorte para todos nós 🙂

  9. Que lindo, amei a iniciativa dele de ir para a cama sozinho. Realmente essa transição não é fácil, mas necessária. Eu amo cama compartilhada, mas minha pequena tem hoje 6 anos e se mexe na cama feito um peixe fora d’água kkkkk e ai eu e o maridão acordamos quebrados!
    Estamos tentando fazê-la voltar a dormir no quarto dela, mas tá dificil, pois ela tem muito medo de ficar sozinha, mas seguimos na luta, cada dia tentando uma abordagem diferente rs
    Beijos e boa sorte para vocês!

  10. Que bom que tudo deu certo. Tudo no seu tempo, no tempo dele. Agora só esperar que o acordar as 3 vai passar, e logo estará 100% adaptado no seu novo descansar. Aqui estamos de mudança e mudar do berço para cama sei que vai ser complicado, mas vamos juntos conseguir. Bjs
    Vivi e Isaac

  11. Cris minha querida!!!! Parabéns pela persistência… Mudanças são assim mesmo…. Peito apertado, choros, sentimento de culpa, experimenta aqui e dali e aí vai…

    Vocês foram e estão sendo fortes e no caminho certo. Os pais precisam da privacidade deles e de descansar mesmo.. É uma delicia eles pertinho da gente, mas a costela doi..rs pq não dá pra dividir a cama com 3.. a não ser que seja uma cama, ultra, super, maxi king..rs
    E mesmo assim não há privacidade..

    A independência não é so pra vcs.. é pra ele também… Ele precisa ter sua identidade em seu quartinho de dormir..

    Continuem.. Viu como melhorou? Dia a dia e um tanto de cada vez… tudo vai ficar tranquilo a cada dia..

    Aqui a transição foi com 3 meses… Mas chorou pegavamos.. Uma hora dormia no peito, outra hora com papai… Maria custou a dormir direto.. lá pelos 4 anos que começou melhorar…

    Mas nos dias de pesadelo, vem ela pra cá…
    Existem exceções e é melhor tê-las do que virar rotina…

    Tudo fica mais gostoso assim..

    Parabéns!!!! Beijos grandes..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*