Desafio de ser mãe nos dias de hoje

Desafio de ser mãe nos dias de hoje

Ainda dá pra falar do Seminário de Mães? Passou um mês… mais as lembranças, palavras e ensinamentos ainda estão vivos em minha mente. E para quem não pôde estar lá… acho que vale muito à pena ler os posts sobre o assunto e se motivar! Eu estava querendo fazer um post para cada palestra… mas pode ser que chegue o final do ano e eu ainda tenha assunto (rs, rs…) então vou fazer um resumo das palestras e depois venho com as resenhas dos livros comprados durante o Seminário de Mães.

Começamos com a Mônica Figueiredo, diretora editorial da Pais&Filhos fazendo a seguinte pergunta:

Qual o desafio de ser Mãe nos dias de hoje?

Arte de ser Mãe

Começamos com a Cris Guerra, escritora, colunista de moda e autora do livro Para Francisco, criou o primeiro blog de looks diários no Brasil, o Hoje Vou Assim. Relatei a palestra dela A arte de ser Mãe neste post: http://prosademae.blog.br/a-arte-de-ser-mae/

A Equação do Casamento

Luiz Alberto Hanns, autor do livro A Equação do Casamento – O Que Pode (Ou Não) Ser Mudado na Sua Relação, é psicólogo e psicanalista.

A abordagem foi bem descontraída e levando com muito bom humor as questões e diferenças do casamento. O psicólogo define o casamento assim: uma grande equação que muda conforme seus números e variações. “O casamento é uma equação. Se um fator vai muito mal e há outros que compensam, ele funciona.” Para isso, existe uma varinha mágica, que ajuda a ajustar a equação do casamento: competências de convívio a dois. Essas competências de convívio a dois, quando bem esclarecidas, ajudam o casamento a se manter firme e agradável. Leia mais aqui

Construção e gerenciamento da família

Melinda Blau escreve sobre relacionamento e tendências há mais de 30 anos. Em 2000, começou uma parceria com Tracy Hogg, que originou a trilogia A Encantadora de Bebês.

A palestra da Melinda nos levou a reflexão de que não podemos controlar tudo, tão pouco o que nós filhos serão, só podemos controlar e mudar a nós mesmos. Precisamos deixar as crianças contribuirem com as tarefas, elas gostam, precisamos estimular a autonomia, deixarem realizar do jeito deles.

Melinda também nos fala que as crianças aprendem vendo o que os pais fazem e não o que mandam fazer.

“Nós, mães, somos o coração da família e, apesar de isso ser exaustivo, é o coração quem tem o poder de mudar”.

O que podemos aprender com os franceses sobre a criação dos filhos?

Pamela Druckerman, jornalista americana, mãe de três filhos, percebeu que suas noites maldormidas acabariam se seguisse comportamentos dos pais franceses. O experimento deu certo e resultou no best-seller Crianças Francesas Não Fazem Manha e no Crianças Francesas Dia a Dia.

Pamela analisou o comportamento das crianças francesas em restaurantes, pracinhas, no dia a dia, em visitas aos amigos franceses e contatou que era muito diferente das crianças americanas, as crianças pareciam mais comportadas e calmas.

Essa foi a abordagem na palestra, assim como a abordagem do livro. Os pais franceses acreditam que as crianças entendem tudo desde muito cedo. Tem sensibilidade. E eles não fazem nada de mais a não ser observar a criança em todas as áreas.

Observam as crianças dormirem. E se acordam, esperam um pouco, (chamam de pausa) pra perceber se o bebê por si só dormirá sozinho de novo.

Eles priorizam a alimentação, como dica: Levar as crianças para cozinha. Apresentam para os bebês as refeições como para adultos com direito a entrada, prato principal. Não existe comida de criança. As crianças são incentivadas a ao menos provar.

Ensinam as crianças sobre a frustração. Saber esperar – Praticar a paciência, exercitar a paciência. Pra tudo fazem esperar. Talvez por isso menos birras.Acreditam que tem que haver um equilíbrio. Os pais não ser pais taxistas que levam as crianças pra todo o canto em inúmeras atividades. As crianças precisam de tempo para brincar.

Nos alerta que: Não podemos nos contaminar com a culpa. Mãe perfeita não existe.

Talk Show: Sexo depois dos filhos

Laura Muller, psicóloga, sexóloga e comunicadora social do programa Altas Horas, fala sobre sexualidade e relacionamentos.

A Laura fez a palestra ao estilo do programa Alta Horas, porém as perguntas acabaram por ser mais sobre a sexualidade das crianças do que propriamente o tema proposto.

Outros post do Seminário:

Seminário Internacional de Mães, eu Fui!

16 Comentários


  1. Amiga, seu cantinho ficou lindo ♥
    E obrigada por compartilhar o conhecimento e repassar para nos ajudar nesta tarefa diária que é ser mãe.
    Adorei a parte da paciência, estou tentando trabalhar isso no Isaac, e confesso que ainda estamos nos adaptando quando a isso. Mas com certeza iremos nos ajeitar e tenho fé que logo ele vai começar a entender que nem tudo é do jeito e na hora que quer.
    Bjs
    Vivi e Isaac

    1. Author

      Amiga, foi bom demais estar lá e poder participar de um seminário tão enriquecedor e poder compartilhar com vc… é o máximo, fico feliz que tenha gostado e se inspirado tb, bjs

  2. Oi amiga, graças a Deus seu blog maravilhoso voltou, e está lindooooooooooo, amei.
    Vc merece amiga, deixar tudo lindinho, e não nos abandone mais, por favor…rs
    Amiga, amei seu post, vc deu uma enfase bacana em cada participante, na qual deu para perceber que o bate-papo, aprendizagem e troca, foi espetaclar.
    É sempre uma honra estar perto e aprender com pessoas que tem uma bagagem, e muita coisa bacana para nos ensinar.
    Parabéns pela iniciativa de ir, aprender e ainda mais… estar perto de pessoas queridas. Essa experiência não tem preço, amiga.
    E obrigada por dividir com a gente.
    Bjs
    Ju

    1. Author

      Obrigada amiga… ainda estou configurando, mas estamos caminhando…
      O seminário foi bom demais e poder compartilhar com vocês o que aprendi lá, é enriquecedor e gratidão pra mim
      bjs

  3. Criiissss que modificação bacana foi essa no blog? Nossa, amei!!! Ficou tão mais clean, e muito mais leve de visualizar, mais organizado ainda do que já estava… Amei.. Ta lindo lindo, parabéns..

    E o Seminário, ahh nem me fala amiga.. foi tudo um sonho e aprendizado maravilhosos.. Valeu cada minuto despendido nesse evento maravilhoso..

    Adorei!

    Beijos grandes no coração!

    Tê e Maria ♥

    1. Author

      Ficou né? Ainda estou configurando… mais já está ficando lindinho!
      Amiga o seminário foi inesquecível pra todas nós… e como valeu, bjs

  4. Amiga sobre ir para cozinha com os pequenos
    se pudesse eu iria todos os dias,
    acho além de lindo muito importante

    bjs

  5. Que máximo você estar dividindo conosco o que ouviu e aprendeu no seminário! Mesmo que não possamos colocar tudo em prática conseguimos absorver muita coisa!!!!

    1. Author

      Oi Carol que bom que gostou!!
      Foram conteúdos bom demais, aos poucos vou trazendo mais pra vcs, bjss

  6. Juro que estou acompanhando tudo o que você posta sobre o Seminário, assim absorvo um pouco do que viu e ouviu por lá.
    A maternidade é isso, né? Troca de experiências, adequação de ensinamentos, porque cada caso é um caso, e que levamos para a vida toda… nossa e dos nossos pequenos.
    Obrigada por compartilhar um pouco disso tudo em seus posts.
    Beijos,
    Camila
    http://www.baudemenino.com.br

    1. Author

      Cá, fico feliz em vc sempre estar aqui e acompanhando nossas coisas, a maternidade e a blogosfera é para essa troca mesmo.
      Aprendo muito com vcs! Bjss

  7. Como eu quis ter ido nesse seminário, ele foi tão agregador, tanto conteúdo bom.
    Parabéns pelo conteúdo que você trouxe para nos repassar.
    bjs Lívia

    1. Author

      Obrigada Lívia, foi bom demais, tomara que em um próximo possamos estar juntos lá aprendendo e dividindo.
      bjs

  8. Amiga, o seminário ficou como legado mesmo né??? ensinamentos que não se perdem e o aprendizado é constante. Cada palestra com sua lição de vida. Não que dê pra seguir td ao pé da letra, mas a gente absorve muito né???

    1. Author

      Sim, Bia absorvemos o que vemos que estamos errando muito…
      Acho q tudo é equilíbrio, e se podemos mudar, é sim pra melhor!
      bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*