Ah… o amor de Mãe!

Me peguei a pensar nisso… Em tão pouco tempo a minha vida mudou por completo, digo pouco tempo, pois meu filhote está apenas com 3 aninhos, mas não me imagino sem ele… nem sei como era antes. Os dias são mais cheios, a casa com brinquedos por toda a parte. A palavra mais falada é Mãe!!

Agora… e antes, o que nos preenchia?

Fico pensando… nas noites tranquilas. Nos passeios arranjados na hora, naquele momento, no sair e não ter hora pra voltar. A casa tranquilamente cuidava com o pé nas costas (risos) porque eu e marido sempre trabalhamos fora e a casa era lugar de passagem.
E aí, assim depois de duas listrinhas positivas… tudo muda!

Depois da maternidade, as saídas diminuíram, cineminha… Ah mas os infantis. O restante deixamos pra ver em casa mesmo, depois que o pequeno dorme. As refeições tem hora certa, com direito a pratinho divertido no café da manhã.

Filho muda tudo, muda a gente, muda o olhar, as prioridades. Muda o amor, as certezas, muda os sonhos…

Se tem planos para o dia… o filho também muda. Porque ora quer sair pra pracinha ora quer ir ver a vovó, a dinda e a tia Camila-Sara!
E por aqui agora tenho companhia constante: Meu menino é muito agarrado comigo!! Às vezes falo assim: chama seu pai, canta com seu pai, pede seu pai… e ele me responde: Não é a mamãe!

E reuno forças nem sei de onde para atender ao pedido do meu admirador. Daquele que me virou e revirou e que faz o meu coração bater mais forte.

Quando vou buscá-lo na escolinha… oh sorriso!!! Me derreto! É tanto amor e carinho que nem sei como cabe dentro de nós.
Volto a perguntar: Como era antes?

Como não ser acordada com um mamãe sussurado… mesmo que seja às 6h da manhã. E antes, eu que nem gostava do bom dia, já acordo no ritmo das brincadeiras.
E o amor… ah… o amor de Mãe! Quem pode explicar? Nós só conseguimos sentir. É um privilégio ser Mãe! Acredito que Deus nos fez ser mães e pais para que pudéssemos entender o amor dEle por nós.

 

E por aí… vocês param pra pensar nesse amor? Na vida como era antes?

Conta pra gente!

5 Comentários

  1. Cris, uma excelente reflexão … também me pego pensando sobre como vivia antes da maternidade, muitas vezes já pensei que apenas sobrevivia. Como podem mudar tanto nossa vida e ao mesmo tempo dar sentido … não me vejo sendo outra coisa senão MÃE!

    Beijos,
    Te espero no blog Mamãe de Salto

    1. Author

      Sim, querida… não sabemos nem quem éramos!!
      E não tem melhor do que ser mãe!
      bjss

  2. Oi Cris querida, quanto amor nas palavras, quanta inspiração…
    Verdade, tudo muda muito… E já nem lembramos mais como tudo era antes… Até lembramos, mas nem por um instante conseguimos nos imaginar sem nossas riquezas…
    Também é verdade que as crianças hora quer brincar, hora quer pintar, hora quer ir na casa da vovó ou das tias e tios…. Coisa de criança é coisa simples, leve, e por sinal bem alegre e feliz…
    Como é bom ser mãe e ter nossas riquezas ao nosso lado… Desejo antecipadamente um feliz dia das mães, que afinal de contas, são todos os dias…
    Mil beijos,
    Ju

    1. Author

      Oh amiga querida… obrigada!
      Ser mãe é bom demais e só temos que agradecer ao Senhor por esse presente.
      E sim todos os dias são nossos, bjs


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *