Confesso que nunca vi rotina como doce… Mas, sempre li que criança tem que ter rotina! Mas, eu nunca fui muito adepta a rotina! E confesso que tentei por algum tempo não ter rotina! O que claro não deu certo! Cheguei a falar em um post aqui no blog: E a Rotina? No entanto, a rotina é extremamente necessária! Eu diria que imprescindível para a mãe não enlouquecer! Rsrsrsrsrs… Principalmente porque ajuda/orienta a criança a saber exatamente o que acontecerá, antecipando assim ansiedades e birras. Joseph quando era menor detestava mudanças, era puro estresse, por isso implementar a rotina contribuiu para por em ordem oLeia Mais…

Hoje é dia da nossa Blogagem Coletiva Na Casa da Vizinha e coincidiu em ser no Dia Nacional da Consciência Negra, 20 de novembro.  Por esse motivo escolhemos o tema: Como ensinar os filhos a valorizarem a diversidade. A cada dia percebo o quanto é de extrema importância ensinarmos nossos filhos sobre a diversidade. Tema mais atual impossível, mas, infelizmente ainda percebemos tanto preconceito. Nosso país é uma grande mistura de raças e nós somos o resultado disso tudo. A minha família em particular é bem misturada. Meu avô paterno era negro, minha avó branca, não sabemos dizer qual a sua descendência, mas, ela enfrentou oLeia Mais…

Cadê a mulher que estava aqui? Onde ela foi parar? Por algum tempo eu vivi exatamente desde modo. Entregue a maternidade e vivendo o papel de mãe por inteiro. A todo tempo, o tempo todo. Ao mesmo tempo que a maternidade traz uma força que nem sabíamos que existia, do mesmo modo a insegurança bate… Com relação ao futuro, as fases dos nossos filhos, os compromissos. Não tem como separar a mãe da mulher. Ela tem prioridades que a mulher de antes não tinha. A mulher se olha no espelho e se vê mãe, porque até na selfie o filho sai. Nos doamos muito, talvezLeia Mais…

Coisa difícil é ensinar sobre a frustração. Talvez porque seja o calcanhar de áquiles de todos nós. Se frustrar é algo ruim demais. Agora como ensinar sobre frustração aos nossos filhos que amamos incondicionalmente? Ensinar desde de pequenos a lidarem com esse sentimento… Pois, a frustração se aprende na prática! E não há como se preparar para se frustrar! Educar filhos é um trabalho constante e nada fácil, longe de ser! Costumo pensar do seguinte modo: se está sendo fácil, com certeza, estamos fazendo da maneira errada, agora se está difícil… pode ter certeza que deste modo que é correto! E dói ver a frustraçãoLeia Mais…

Eu não sei como responder essa questão sobre a Adolescência dos filhos, talvez por ainda perceber meu menino sendo criança e não tendo nuances de uma pré adolescência… mas, fiquei pensando sobre isso e talvez nem mesmo a mãe que esteja vivendo sabe bem o que dizer e proceder quanto a adolescência dos filhos. E ainda mais, acredito que nunca estaremos preparadas pra cada nova fase da maternidade. Conforme eles crescem vamos percebendo nossos bebês alcançarem sua autonomia e independência. Porque a verdade é… mãe é um turbilhão de sentimentos e emoções e ao mesmo tempo que esperamos que eles cresçam, do mesmo modo queremosLeia Mais…