E como são inúmeros os desejos que temos para os nossos filhos… a gente sonha com tantas possibilidades e tem sonhos lindos e grandes e o maior desejo sem dúvida é que sejam felizes e realizados. Me recordo que no ano de 2013 participando da Semana Mundial do Brincar recebemos a missão de escrever uma carta para que nossos filhos lessem no futuro e vou deixar um trechinho aqui… Carta para meu filho ler no futuro Meu querido Joseph, mamãe nem sabe como começar esta carta. Vivo tão intensamente o seu presente que não sei o que dizer para o futuro… Difícil imaginar você umLeia Mais…

Quem nunca se viu vivendo ou dizendo coisas que nunca antes imaginaria que acontecesse com você!! Mais cedo ou mais tarde minha amiga mãe, a gente se vê sim, fazendo/sendo a mãe que nunca imaginaríamos ser!A gente se pega gritando… (Coisa que dizíamos que não iríamos fazer em nossa maternidade perfeita) e se dá conta que quem somos nós pra julgar a amiga mãe que tem a “necessidade” de gritar e se alterar um tanto a mais que nós. Já me vi nessa situação! E depois do ocorrido pensei justamente naquela mãe que eu não queria ser!! Alguns momentos de insanidade, de sobrecarga de tarefasLeia Mais…

Quantos aprendizados temos a compartilhar na maternidade… Quantos momentos incríveis únicos e que nos marcam pra sempre! A maternidade nos ensina a ter mais apego pelas coisas simples, a valorizar o tempo… E as fases que ela nos traz. E em meio essas fases quantas dores e delícias… Quantos momentos que marcam. Como por vezes nos e debulhamos em lágrimas por querer tirar a dor que aflige nossos filhos… Por nos sentir incapazes por não curá-los, por não dar o que pedem, porque sabemos que não é hora, nem momento de satisfazer aquela vontade. Quando bebês e mais dependentes, vamos a exaustão, são novos desafios,Leia Mais…

Quem diria que na maternidade iríamos aprender mais do que ensinar… Pois é, com o passar do tempo, vamos aprendendo tanto com nossos filhos! Aprendemos a ser exemplo, a ser mais simples… A comemorar as pequenas conquistas diárias! Os sorrisos espontâneos, o acenar, dar tchau, bater palminhas… e as primeiras palavrinhas… que emoção!! Me recordo como eu vibrei quando meu menino deu seus primeiros passos… Chorei, confesso! E a cada nova conquista ainda hoje ele mais crescido eu me emociono! Também aprendemos a valorizar as coisas mais simples: como vibrar por ter dormido uma noite de sono inteira! Só uma recém mãe sabe do valorLeia Mais…

Quem nunca se sentiu frustrada na maternidade… ? A gente se torna mãe e a impressão que temos é que com a “nova função” ganharemos super poderes, porque cá entre nós, só assim, pra dar conta de tudo, mas, quem disse que a gente precisa mesmo dar conta de tudo? Justamente por ter esse pensamento que temos que dar conta de tudo e ainda assim nos manter serenas e plenas, tranquilas e pacientes… que a gente se frustra. O dia mal começa e os inúmeros mãeeees enchem o nosso dia. Às vezes não dá tempo nem para um cafezinho… pra repor as energias. Não mesmoLeia Mais…