Quem diria que na maternidade iríamos aprender mais do que ensinar… Pois é, com o passar do tempo, vamos aprendendo tanto com nossos filhos! Aprendemos a ser exemplo, a ser mais simples… A comemorar as pequenas conquistas diárias! Os sorrisos espontâneos, o acenar, dar tchau, bater palminhas… e as primeiras palavrinhas… que emoção!! Me recordo como eu vibrei quando meu menino deu seus primeiros passos… Chorei, confesso! E a cada nova conquista ainda hoje ele mais crescido eu me emociono! Também aprendemos a valorizar as coisas mais simples: como vibrar por ter dormido uma noite de sono inteira! Só uma recém mãe sabe do valorLeia Mais…

Quem nunca se sentiu frustrada na maternidade… ? A gente se torna mãe e a impressão que temos é que com a “nova função” ganharemos super poderes, porque cá entre nós, só assim, pra dar conta de tudo, mas, quem disse que a gente precisa mesmo dar conta de tudo? Justamente por ter esse pensamento que temos que dar conta de tudo e ainda assim nos manter serenas e plenas, tranquilas e pacientes… que a gente se frustra. O dia mal começa e os inúmeros mãeeees enchem o nosso dia. Às vezes não dá tempo nem para um cafezinho… pra repor as energias. Não mesmoLeia Mais…

Lá vem a maternidade e suas inúmeras lições, desta vez: O desapegar! Engana-se quem acha que na maternidade tudo está sob o controle. Já escutei muitas coisas, dentre elas, nunca mais ficará sozinha, até que: Ele alça seu primeiro vôo, precedido do segundo… E o coração tem que ser forte pra deixar ir. Os sentimentos são um misto! Enquanto o filho simplesmente viaja, descobre novos lugares e vive aventuras. A cada nova notícia e fotos enviadas a resposta dele pra mim, é o sorriso! Saudade… Quem sente? Quem fica! A casa silenciosa… Sem brinquedos espalhados… Sem ter que falar: escova os dente, tira o pijama,Leia Mais…

Antes de casar eu e meu marido fazíamos planos de ter três filhos, em nossa concepção, seria perfeito assim. Seriam dois meninos e uma menina, até o nome escolhemos.  Bom, até que… engravidei. E o misto de sentimentos virou um turbilhão, o medo, deu lugar ao desejo de ter mais filhos… Mesmo minha gravidez tendo sido tranquila… estar grávida foi assim: inexplicável. Todos os dias eu acordava me sentindo diferente. Ali estava mudando, me tornando mãe. E com esse novo status minha vida mudou por completo, incluindo as convicções de antes, e no meu pensamento de agora, onde eu estava com a cabeça quando achavaLeia Mais…

Como poderíamos dizer que após a maternidade nos sentiríamos sós… A vida de fato muda por completo e é muito mais agitada e cheia de interrupções do que antes dos filhos. A gente tem companhia todo o tempo… e ainda assim por ironia do destino, por assim dizer, nos sentimos sós. A solidão materna se dá dentro de si mesma… A busca pelo novo eu que brota a partir do momento que nossos filhos nascem. Sim, depois do primeiro olhar… Nunca mais seremos as mesmas, e, para falar a verdade eu não queria ser mesmo mais quem eu era. Junto com esse novo eu… surgeLeia Mais…