5 benefícios do estudo para crianças na fase pré-escolar

Hoje quero contar pra vocês dos 5 benefícios do estudo para crianças na fase pré-escolar. Meu menino ingressou no Kumon depois da fase pré-escolar e tivemos tantas dificuldades na alfabetização… O ensino da escola regular e seus métodos de ensino também dificultaram o aprendizado inicial na alfabetização, portanto, achei super pertinente a abordagem dos benefícios do estudo ainda na fase pré-escolar justamente pra amenizar as dificuldades futuras.

Leia mais sobre as orientações e observações da especialista do Kumon

A primeira infância é crucial no desenvolvimento de uma pessoa. É neste período que a criança começa a registrar e a desenvolver diversas perspectivas da vida, como comportamental social, evolução cognitiva e até mesmo em aspectos físicos. Lições assimiladas neste período de crescimento serão levadas para vida inteira.

A criança que tem contato com os números e as letras desde cedo amplia a criatividade, as habilidades cognitivas e emocionais. Além disso, a familiaridade com a escrita facilita a alfabetização e ajuda em todas as disciplinas, já que o principal suporte para o aprendizado na escola é o livro didático.

Mariana Bruno Chaves, formada em Letras pela Universidade de São Paulo, com pós-graduação em Arte-educação e Psicopedagogia e diversos cursos na área de Educação. Também é especializada em Literatura infanto-juvenil e é responsável pelo desenvolvimento de material didático de Língua Pátria do Kumon.

Confira abaixo 5 benefícios do estudo para crianças na fase pré-escolar:

  1. Trabalha a coordenação motora: Coordenação motora é a capacidade de controlar os movimentos do corpo, sendo muito importante tanto para a vida acadêmica quanto para a formação pessoal da criança. Por isso, as atividades pré-escolares priorizam esta habilidade, para ajudar os estudantes a segurarem os instrumentos de escrita de forma correta visando o progresso.
  2. Inicia o gosto pelos estudos: Os pequenos têm facilidade para assimilar novos conteúdos. Logo, quanto mais estímulos eles receberem na infância, maior será seu desenvolvimento escolar e cultural no futuro. Isso acontece porque o cérebro se expande e trabalha para enraizar conhecimentos.
  3. Desenvolve a concentração e autonomia: Nesta fase já podemos começar a trabalhar a concentração e a autonomia. O nível de dificuldade das atividades aumenta gradualmente e a criança aprende brincando. O ideal é proporcionar um ambiente prazeroso para que ela assimile o conteúdo com mais facilidade.
  4. Estimula o gosto pelo estudo: É importante inserir exercícios com traços lúdicos, incentivando não só o esforço e a dedicação, mas também a imaginação e a criatividade. Assim, além de aprimorarem a coordenação motora, a concentração e o raciocínio lógico, os estudantes se sentem motivados a continuar aprendendo.
  5. Insere no mundo da leitura: Mesmo antes da alfabetização é importante estimular as crianças para terem curiosidade e interesse pela leitura. A construção de um bom hábito de leitura deve ter o incentivo da família e começar o quanto antes.

Saiba mais:

*Publicidade

1 comentário

  1. Boa tarde, Cris!

    Estou tentando novamente comentar aqui… sem sucesso em inúmeras tentativas. rsrs

    Vamos se agora vai!!!

    Em minha cidade não temos Kumon. Mas, já ouvi elogios.

    A Laura já se encontra numa fase de fazer as tarefas sozinha e também se preparar para os testes e avaliações de maneira autônoma. Eu só verifico se não ficou nada para trás, no para casa. E, nos testes, eu arguo. No mais, é tranquilo. Graças a Deus.

    Beijo!

    Renata e Laura

Deixe uma resposta